Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

12 de Novembro, 2018

Tarte de maçã para dummies: tão fácil que o texto é dispensável!!

Vera Gomes

IMG_20181111_144938.jpg

 

 

Senão vejam as fotos e vejam se não é mesmo mesmo fácil:

 

 

 

Ok. Mesmo assim e para vos facilitar a vida, eu explico a receita que foi partilhada gentilmente pela CB num grupo de gastronomia. E pareceu tão fácil, que até eu conseguiria fazer. E asseguro-vos: é fácil, rápida e deliciosa! 

 

Na imagem utilizei duas massas folhadas (não se ponham com coisas: comprei mesmo no supermercado que eu não sou nenhuma fada do ar); 5 maçã golden que estavam com os dias contados na fruteira); canela para colocar na maçã e 1 colher de sopa de sopa de açucar (eu usei de coco que era o que tinha cá em casa). O açucar é um bocadinho para colocar por cima da tarte antes de ir ao forno e o restante para colocar na maçã (sendo que maça já é doce por si só, portanto não se estiquem). 

 

Forno a 180 graus (eu fiz a 200 e correu bem) durante uns 20 a 30 minutos. O melhor mesmo é seguirem a máxima da massa estar dourada mas não queimada. 

 

Et voilá! Fácil e rápido e deliciosa para uma tarde de Outono que convida a chávenas de chá. 

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.