Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

2 mil metros quadrados, 120 voluntários e quase 1 milhão de begónias: assim se faz o tapete mais bonito do mundo

IMG_8930.JPG

 

 

De dois em dois anos, a Grand Place em Bruxelas cobre-se durante 3 dias num tapete feito exclusivamente de begónias, naturais, com padrões que mudam a cada edição. No ano em que se celebra o 20º aniversário da declaração da Grand Place a Património Mundial da Unesco, o tapete celebra a sua 21ª edicação, com um padrão alusivo ao México, em particular à região de Guanajuato. É a primeira vez na história do tapete de flores, que tem um tema alusivo à América Latina. 

 

O design do tapete deste ano foi feito pela designer gráfica Ana Rosa Aguilar Aguado, de Uriangato (México) e incorporou simbolos tipicos da região com elementos naturais e motivos da cultura tradicional de Guanajuato. Quando o desenho estava pronto,o designer belga Mark Schautteet, o designer permanente do tapete de flores, transpôs o desenho para o formato real em flores. 

 

Aqui e aqui podem ver as edições de 2014 e 2016, as que eu vi desde que me mudei para Bruxelas. Abaixo, ficam as fotos da edição deste ano. 

 

 

 

 

Este ano (e ao contrário das edições anteriores que vi) comprei os bilhetes para subir à varanda do edificio da Camâra Municipal de Bruxelas (aquele edificio que toda a gente conhece da Grand Place que tem a torre bicuda). O ideal é comprar os bilhetes on-line para evitar as filas que normalmente se fazem para comprar bilhetes in-loco. Foi o que fiz este ano e por isso a subida ao topo foi relativamente pacifica. 

 

 Aqui podem ver as fotos de todas edições passada do tapete. O próximo é em 2020. Por isso, tudo a marcar na agenda! ;)

 

 

Na vida há uma primeira vez para tudo

acabou_se_o_que_era_doce-960x360.jpg

 

Lentamente e depois da loucura das últimas duas semanas, tudo começa a encaixar e voltar ao lugar. Entre a azáfama de visitas, comprasm afazares, almoços e jantares, foi bom voltar à Tugalândia matar saudades da família, amigos e do sol!

 

A época festiva passou-se como sempre, entre família e dolce fare niente, muita comida à mistura e um sabor amargo cada vez que tem que se voltar a enfiar dentro de um autocarro com asas. Este ano foi ainda mais amargo: foi o primeiro ano desde sempre que não comi doces de Natal! Nem um! A mamã foi uma fofa e ainda tentou fazer as

 

Trabalhar no Verão também é isto

IMG-20160802-WA0000.jpeg

Pearl Jam como banda sonora e altura de limpar a secretária. É um ritual anual: limpar a secretária de todo o papel acumulado ao longo de um ano e que já não é preciso. Acalmem-se: na Bélgica é obrigatória a reciclagem, por isso está tudo no caixote do lixo amarelo. (Cá o amarelo é para o papel e o azul para o plástico e latas). Por isso, faz parte do kit de boas vindas cá no estaminé, além das canetas, lápis e papel, um balde para lixo indeferenciado e um balde amarelo para o papel (e junto aos elevadores há o contentor para os plásticos).

 

Agora que a secretária está limpa e parece maior, sinto-me (ainda mais) pequenina, mas muito mais entusiasmada para a reentré que promete ser intensa e cheia de novidades!

As primeiras decisões do Equador dos 30.

 Poucos minutos após ter chegado ao escritório, a primeira estava tomada: no próximo ano, e como habitualmente fazia em Portugal, não trabalho no dia do meu aniversário. A longa lista de emails com pedidos alguns extremamente urgentes facilitaram a decisão.

 

Na hora de almoço, enquanto comia um belo pão com chouriço numa banca tuga num mercado perto do escritório, constatei que o próximo ano é bisexto, e que por isso o meu aniversário não será numa sexta feira mas sim num Sábado. Não me dei por vencida! Decidi tirar a sexta e a segunda de folga. E porquê parar aqui? O meu próximo aniversário, dentro de 364 dias será na ilha de Hvar na Croácia, um pequeno paraíso pelo qual me apaixonei no ínicio deste ano.

Flowertime Bruxelas

Na Bélgica têm uma paixão por flores. Algo que é diferente da relação por terras tugas com flores.

No ano passado foi o tapete de Flores na Grand Place que é feito de 2 em 2 anos.

 

Este ano é a Flowertime. Prometiam 10 mil flores e eu achei que a Grand Place estaria completamente coberta de flores assim como os edificios. Mas não... Fiquei um bocadinho desapontada, mas valeu pela visita ao interior do edificio da Câmara Municipal, onde nunca tinha entrado e é magnifico. Era no seu interior que estariam as 10 mil flores.

 

Aqui ficam algumas fotos.

 

IMG_20150813_191303.jpg

 

IMG_20150813_191410.jpg

 

IMG_20150813_191531.jpg

 

IMG_20150813_191647.jpg

 

IMG_20150813_192031.jpg

 

IMG_20150813_192042.jpg

 

IMG_20150813_192127.jpg

 

Recado aos Amigos Distantes

11751739_10153542044614617_2306414425511453786_n.j

 Meus companheiros amados,

não vos espero nem chamo:
porque vou para outros lados.
Mas é certo que vos amo.

Nem sempre os que estão mais perto
fazem melhor companhia.
Mesmo com sol encoberto,
todos sabem quando é dia.

Pelo vosso campo imenso,
vou cortando meus atalhos.
Por vosso amor é que penso
e me dou tantos trabalhos.

Não condeneis, por enquanto,
minha rebelde maneira.
Para libertar-me tanto,
fico vossa prisioneira.

Por mais que longe pareça,
ides na minha lembrança,
ides na minha cabeça,
valeis a minha Esperança.

Cecília Meireles, in 'Poemas (1951)'

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs de Portugal

Bloglovin