Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Da sensualidade

one-man-in-a-boat.jpg

 

 

Chegou com uma jaqueta curta e umas calças apertadas, ambas de vitela natural e umas luvas em pele de cabrito da mesma cor. Madalena Oliver tinha vindo com ele no barco e não conseguiu tirar-lhe os olhos de cima durante a viagem. "Parecia maricas. ", disse-me. "E era uma pena, porque estava de barrar com manteiga e comer-se vivo".

 

in, Crónica de uma Morte Anunciada de Gabriel Garcia Marquez

Dos afectos

0593.jpg

 

O mundo dos afectos não pertence aos cautelosos e aos que fogem do veneno das cobras que imaginam. Desses, não reza a história. Os afectos acontecem a pessoas como a Lisa que, mesmo rodeada de ventos que parecem prestes a afundar a nau, lutam por si. E pelos outros. Sobretudo pelos outros. 

 

in, A vida num sopro, Miguel Estrada e António Coimbra Matos

A vida é um sopro, ou a realidade que por vezes preferimos ignorar!

IMG_20180427_083316.jpg

 

 

Numa das minhas últimas (longas) viagens de avião, levei comigo o mais recente livro do Miguel Estrada e do António Coimbra Matos “A vida é um sopro”. Não sei o porquê mas o título imediatamente me relembrava o “Uma vida com sentido” de Viktor Frankl. Talvez pelos três autores trabalharem na área da saúde mental?

 

Li o livro numa penada. Confesso que cada vez mais tenho dificuldade em encontrar livros que me entusiasmem ao ponto de os ler de uma rajada. Este foi um deles. A história de Lisa e Peter, as dúvidas do Miguel, o choque de uma

 

3 novas aquisições

livros.jpg

 

Como já tinha referido no post de hoje de manhã, sempre que vou a Paris, é visita obrigatória a uma livraria que por si só vale a visita: a Shaskespeare & Company. Normalmente, sempre que lá vou trago um livro. A oferta é tanta que é impossível não sair de lá com alguma coisa. Desta vez trouxe 3 livros (na foto) que serão uma excelente companhia nas semanas que se avizinham e os longos voos de mais de 10h que terei pela frente. 

 

Os eleitos foram:

 

 

Antes de tomar decisões, leia isto!

320x.jpg

 

Com tanta merda a circular na internet, com tanta treta que tentam impingir como sendo algo verdadeiramente "milagroso" e ao nivel do Super Pop que limpa tudo desde gordura nos pratos a nodoas na roupa, este é obrigatório ler antes para tomar decisões informadas. 

 

Mas existem mais! Aqui conseguem encontrar uma série de livros, escritos em português, do Carlos Fiolhais e o David Marçal. Ambos homens da ciência com um dom de explicar coisas complexas de forma simples. Desfazem mitos, explicam porque é que existem coisas que são treta. Um verdadeiro servico público!

O nosso corpo está cheio de dezenas de triliões de micróbios!

IMG_20171119_075823.jpg

 

Todo animal, seja humano, lula ou vespa, é o lar de milhões de bactérias e outros micróbios. Ed Yong, cujo humor é tão evidente como a sua erudição, leva-nos a olhar para nós mesmos e para nossos animais numa perspectiva diferente e nova: menos como indivíduos e mais como as multidões interconectadas e interdependentes que seguramente somos.

 

Os micróbios (que inclui as nossas amigas e inimigas bactérias e similares) no nosso corpo fazem parte do nosso sistema imunológico e tanto nos podem proteger da doença como a provocar. Nos oceanos profundos, criaturas misteriosas sem bocas ou tripas dependem de micróbios para toda a sua energia. As bactérias fornecem lulas com capas d

 

Como poupar uma pipa de massa em livros?

Sempre tive um vício que com os anos não melhorou: livros! Mas é um vício que por vezes consegue ser caro e pesa na certeira. Comecei por isso ao longo dos tempos a estabelecer estratégias para a consciência não se sentir tão pesada nem a carteira tao ofendida. 

  

1) Primeiro fui à biblioteca do meu empregador e escolhi 4 livritos para ler até Janeiro: Um sobre pensamento critico (que está em vias de extinção nos dias que correm); outros sobre Inovação e Inovadores (sempre gostei de ler biografias e este é um tipo diferente de biografia ;) ). 

 

 

IMG_20171123_125315.jpg

 

 

2) Depois fui ao meu site favorito para compras livreiras: o Book Depository. Não pagas portas, os livros vêem ter a casa com a vantagem de terem descontos brutais e por isso conseguir livros com preço mais simpático do que na livraria. Desgracei-me é o termmo certo para usar, porque comprei seguramente uns 9 livros.... Digamos que tenho literatura para os próximos meses! Verdade seja dita que não leio tanto como dantes, mas é um hábito que quero recuperar. Estes já chegaram a casa (os da esquerda chegaram hoje na hora de almoço):

Chegadinhos hoje!IMG_20171123_125357.jpg

 

 3) Normalmente uso o site Ebates para ter retorno nas coisinhas que vou comprando. Funciona de uma forma muito simples: o Ebates é um site de parceria com lojas. Podem instalar um plig-in no vosso browers ou pesquisar a loja no site Ebates. Eu tenho o plug in porque é mais fácil. cada vez que entro num site parceiro do ebates, automaticamente recebo uma notificaçao dizendo quando é o desconto. Faço as compras e com o Ebates recebo uma parte do valor de volta (pode ir de 2 a 10% dependendo da loja). Já usei para tudo, incluindo viagens e hoteis. Mango, Zara, Sephora, Amazon e claro Book Depository também fazem parte do universo Ebates! Portanto, cada vez que me desgraço em livros, além do desconto da Book DepositoryEbates ainda me dá uns trocos de volta!

 

É certo que com o Outono convida a chá, manta e livros. Eu me confesso: desgracei-me! Mas entre biblioteca, Book Depository e Ebates consegui que a minha conta bancária não se contorcesse em agonia. Agora, que a minha consciência está bem mais tranquila depois de ter comprado uma catrafada de livros, só falta mesmo encontrar uns 30m/dia para me sentar tranquilamentena minha cadeira de baloiço com uma chávena de chá e ler umas páginas dos meus livrinhos!

Da perspectiva e dos Homens

Window_in_a_white_wall._Suzdal,_Russia.jpg

 

Este é o milagre da perspectiva: a lonjura faz as coisas pequenas, faz um milagre. Diz-se que o recipiente é maior, é sempre maior do que o conteúdo, e que o contrário não se pode verificar. (...) Mas daqui devem concluir-se mais coisas, a saber:

Coisa número um: num homem pequeno, minúsculo, pode assim caber algo maior do que ele. Dentro do homem cabem mares e paisagens, o infinito, o próprio Deus do Universo, o meu gato que já morreu e de que sinto uma tremenda falta.

Coisa número dois: o Homem é uma janela pequenina. E com isto diz-se tudo o que há para dizer sobre o Homem. Diz-se que é minúsculo e diz-se que é infinito.

 

in, Mil Anos de Esquecimento de Afonso Cruz

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin