Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pratiquem o "Que Se Foda!"

Ame sempre o próximo! (15).png

 

O lema da Ângela, que gentilmente partilhou no livro "conViver com as Doenças Inflamatórias do Intestino", não saiu da minha cabeça todo o fim de semana. Fui fazer voluntariado pela primeira vez desde a minha última crise. Dois turnos de 4 horas cada. Em pé. E isto para mim com os meus problemas mais recentes nas articulações é dar tiros no próprio pé. Além claro, de toda a gestão da tripa, porque não dá para estar a desaparecer para ir ao wc. 

 

No momento em que escrevo este post, já dormi uma sesta de mais de uma hora, tenho comprimidos SOS no bucho para gerir as dores nas articulações, a tripa portou-se divinalmente e como gente grande! O corpo está cheio de dores, mas a alma está tão cheia que a vontade que dá é de dizer, alto e bom som: "que se foda!". Assim como assim, teria dores na mesma (talvez menos intensas) se estivesse ficado em casa. Mas eu fui! Eu vivi! Conheci pessoas, conheci cientistas, artistas, curiosos. Vi coisas que de outra forma não iria conhecer! A minha vida ficou mais rica depois deste esforço!

 

A Ângela diz e muito bem, que é ela que tem a doença, não a doença que a tem a ela. E para mim isto faz todo o sentido. Eu tenho a doença, e tenho uma vida e tenho sonhos e ambições. Não sou refém da minha doença! Recuso-me a sê-lo! Sou muito mais do que a doença! Sou tanto mais! Mesmo que depois tenha que fazer repouso, descanso, engolir mais uns comprimidos SOS, ter mais atenção ao que como para não irritar a Rainha Senhora Dona Tripa, QUE SE FODA!: eu vou viver na mesma! Não vou ficar presa em casa, refém de uma doença que tem tanto de cabra como de injusta!

 

Quando vocês acordarem, tiverem uma vontade imensa de fazer algo, não deixem que a doença seja o vosso muro. Pensem nas palavras da Ângela, digam em voz alta enquanto encolhem os ombros "QUE SE FODA!" e saiam de casa! Vivam a vida, experimentem coisas novas, lutem pelos vossos sonhos e sobretudo, não deixem que nada vos impeça de serem felizes! 

 

 

 

Dia Mundial do Livro: 6 sugestões para pôr a leitura em dia

variossc_rubricamensal-diamundiallivro-destaque.pn

 

Hoje celebra-se o Dia Mundial do Livro e por isso aqui nas Escadinhas do Quebra Costas decidiu-se recomendar aos vizinhos algumas leituras. Avizinham-se um feriados, férias quase quase aí, por isso pode-se aproveitar e tirar o pó a algumas páginas que jazem na estante, ou passar por uma biblioteca e requisitar uns livros ou ainda passar por uma livraria e adquirir uns examplares. Seja qual for a opção, o importante é lerem! Saber não ocupada lugar e informação é poder!

 

Vamos então às sugestões: 

 

 

Faz bem ou faz mal?

IMG_20190414_190407.jpg

 

 

Com tanta coisa que ouvimos que ajuda a melhorar os nossos dias, ficamos por vezes na dúvida do que é bom, do que é mau, do que é tanga, do que é verdade. E é legítimo! Afinal quem se lembra de tudo o que aprendeu no 7, 8 ou 9º ano? Eu não, de certeza!

 

Ora, por isso mesmo, por vezes é necessário relembrar algumas coisas e aprender uma coisas novas, para melhor compreendermos o mundo que nos rodeia. É por isso que vou lendo (sempre

 

Se ainda não leram é correr ao quiosque mais próximo!

visao saude.PNG

 

Se ainda não viram, é favor procurar a revista Visão Saúde desde mês onde esta vossa compatriota do cocó deu uma entrevista para uma reportagem sobre doenças auto-imunes! 🤘


Foi surreal! Porque foi quando estavamos em frente à Assembleia da República e tive que desligar o telefone várias vezes para falarmos com os Deputados que apareciam. Mas fez-se! E fala de nós na Assembleia, do livro, da petição! 🤩

 

P.S.: Eh pá! e não é que o fotografo conseguiu apanhar um lado bom das minhas fuças? Mesmo que não concordem: estou mesmo gira, pá! 😂
(sim, estou numa de me dar palmadinhas nas costas porque às vezes também mereço!)

 

P.S.2: adivinhem o que é que vou fazer mal aterre em Portugal daqui a uns dias? Pois é! Comprar a Visao Saúde, pois claro!

2 em 1: Dia Mundial da Saúde e Dia Mundial do Livro!

Abril é um mês de grandes causas. Dia 7 celebra-se o Dia Mundial da Saúde e dia 23 o Dia Mundial do Livro. 

E eu cá achei por bem juntá-los! Juntar as Doenças Inflamatórias do Intestino (DII) e um livro  (cof cof qual será?) e oferecer 5 livros a quem tiver interesse em saber um pouco mais sobre DII. 

 

IMG_20190406_192742.jpg

 

Assim sendo, para se habilitarem a um (dos 5) livros "conViver com as Doenças Inflamatórias do Intestino", eis o que precisam de fazer: 

  1. Seguir o perfil @escadinhas no Instagram;
  2. Fazer gosto na imagem oficial do sorteio no Instagram do Escadinhas do Quebra Costas (@escadinhas) (mesma imagem que a deste post);
  3. Comentar na imagem oficial do sorteio no Instagram, identificando três amigos;
  4. Deixar o perfil pessoal do Instagram aberto na data do sorteio 23/04/2019.
 
 
 
 
E estas são as regras!
 
01. As pessoas que marcarem nos comentários perfis empresariais e/ou de marcas, personalidades ou falsos serão desclassificadas.
 
02. Podem participar pessoas residentes em Portugal continental e ilhas.
 
03. Serão válidos os comentários postados até 23h59, do dia 22/04/2019. E o resultado será divulgado no dia 23 de Abril numa nova publicação no Instagram @Escadinhas.
 
04. Para participar é necessário seguir as regras acima descritas. Respeitando todos os itens, estarão a concorrer a um exemplar do livro "conViver com as Doenças Inflamatórias do Intestino".
 
05. O sorteio será aleatório e será feito pela ferramenta online SorteioGram. São 5 (cinco) livros que serão atribuídos aos 5 (cinco) primeiros perfis na lista do sorteio.
 
06. Os vencedores deverão responder à mensagem directa do Escadinhas no máximo em 30 dias com o risco de perder o direito a receber o prémio. Caso contrário, o livro será entregue à pessoa seguinte na lista (ou seja, à pessoa que ficar em sexto lugar e por aí adiante). 
 
07. O prémio não poderá ser trocado pelo valor relativo em dinheiro. E o envio do livro será combinado directamente com os vencedores.
 
08. O Escadinhas reserva-se o direito de alterar quaisquer itens deste regulamento visando o bom desenvolvimento da acção.
 
09. Qualquer situação não prevista neste regulamento será resolvida pela autora do Escadinhas até 48 horas a partir do ocorrido.
 
10. Este sorteio tem caráter exclusivamente promocional e não implica qualquer modalidade de pagamento por parte dos participantes, não sendo, portanto, necessária a aquisição de nenhum produto, bem ou serviço.
 
11. Os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento do concurso e de suas condições, que estão à disposição no blog Escadinhas do Quebra Costas.

Todos fazemos cocó, certo?

Ame sempre o próximo! (4).png

 

Seria impossível escrever um livro que inclui a minha vivência com COlite Ulcerosa, sem incluir o episódio do Bacalhau Seco

Se ainda não leram o "conViver com as Doenças Inflamatórias do Intestino" não sabem o que perdem. Entre episódios cómicos, há muita informação útil tanta para familiares como para pacientes, como qualquer pessoa que se interesse por saber mais sobre Crohn, Colite Ulcerosa ou intestino. Afinal, todos fazemos cocó, não é?

 

 

 

Se os nossos corpos pudessem falar...

IMG_20190225_115020.jpg

 

... provavelmente diriam o quão loucos somos ou quanta sorte temos. Certamente seria muito mais fácil para se fazer diagnósticos e tratamentos e sabe-se lá mais o quê. 

 

Na verdade, "Se os nossos corpos falassem" (If our bodies could talk) é uma tradução literal de um livro que ando há já algum tempo para partilhar aqui no blog. Li-o nas férias de Natal e sem sombra de dúvida que, para quem não se importa de ler em inglês, é um livro a considerar. Está escrito de uma clara, simples e divertida o que o torna de fácil compreensão. Mesmo em inglês. 

 

James Hamblin, é médico e dedica-se a comunicação, sobretudo desmistificar e pôr por miúdos o que se passa no mundo da medicina. Este livro divide-se em partes seguindo o moto "manter o corpo a funcionar": desde as partes superficiais a comer, beber, sexo, e até morrer. Alguns exemplos das questões que James se propõe responder: 

 

- Posso reforçar o meu sistema imunitário?

- Como funcionam as vacinas? 

- Coloncospia: é isto o melhor que conseguimos fazer?

- Porque que é que as pessoas são intolerantes à lactose?

- Porque é que não há uma cura para uma constipação?

- O que acontece ao meu corpo quando morro?

 

O livro está à venda em Portugal na Bertrand e na Wook, infelizmente, apenas em inglês e em espanhol. Espero que uma tradução para português aconteça rapidamente, porque é um livro que de facto vale a pena ler. Sobretudo numa época, em que tanta gente se licencia na Universidade Google e se acha o a última bolacha do pacote para prescrever tratamentos. Sem sombra de dúvida que um paciente informado, ajuda a si próprio e ao médico que o segue, mas é preciso ter cuidado com as fontes onde se obtém informação. E este livro, é um bom começo para separar trigo do jóio!

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin