Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Museu de África: o que não podem deixar de ver!

IMG_20181103_112542.jpg

 

Quando cheguei a Bruxelas, o Museu de Áfria estava fechado para obras. E assim permaneceu até recentemente. O Museu não fica propriamente no centro, embora haja um eléctrico (o 44) que para praticamente à porta. É certo que este Museu tem estado envolto em polémica por causa do passado colonialista da Bélgica. Há quem diga que a Bélgica deva restituir o espólio às suas origens, há quem diga nem pensar porque ou não se sabe a quem entregar o espólio ou porque não serão capazes de preservar as obras (sinceramente, os argumentos para não devolver as obras

 

Estrasburgo: a sensação de impotência que se repete

 

Ontem à hora de almoço falava com o meu colega de gabinete que mostrava fotos da Catedral de Estrasburgo, sobre o quão impressionante é a Catedral e quanto eu gosto da cidade. 

 

A seguir ao jantar adormeci no sofá, como é (infelizmente) hábito. Depois de uma soneca e já na hora de ir para a cama, fui buscar o telemóvel e tinha duas SMS a avisar que tinha havido um tiroteio em Estrasburgo. Entrei em stress: uma colega é suposto estar hoje e amanhã em Estrasburgo e não sabia quando ela tinha partido para lá; a mulher de um colega trabalha no Parlamento e por isso está em Estrasburgo; a International Space University por onde passei e tenho ainda contactos e amigos, é em Estrasburgo; uma amiga que mora em Bruxelas costuma ir a Estraburgo para as sessões do Parlamento Europeu que terão (?) lugar hoje e amanhã. 

 

Foi num ver se te avias a mandar mensagens via messenger, twitter, whatsapp como que a fazer prova de vida e ter a certeza que aqueles que conheço estariam bem. Uns ainda em Bruxelas, outros retidos no edíficio do Parlamento outros na Universidade. Enquanto o Mais Que Tudo ressonava alto e bom som, eu estava agarrada ao telemóvel à espera de receber noticias. Não vou negar... tive uma sensação déjà vu com os atentados em Bruxelas em 2016

 

O atirador continua à solta, houve gente que não pregou olho, gente que não conseguiu voltar onde seria suposto, outros que tiveram que se adaptar às circunstâncias e ter uma noite o mais confortável possível. 

 

Os que conheço estão bem. Infelizmente, gente que não conheço estão mortos ou feridos. Não deveria ser assim.... nenhuma cidade no mundo, nenhuma pessoa no mundo deveria passar por uma situação destas. Extremismo não nos leva a lado nenhum. Matar pessoas e gerar o pânico, muito menos. 

 

2 mil metros quadrados, 120 voluntários e quase 1 milhão de begónias: assim se faz o tapete mais bonito do mundo

IMG_8930.JPG

 

 

De dois em dois anos, a Grand Place em Bruxelas cobre-se durante 3 dias num tapete feito exclusivamente de begónias, naturais, com padrões que mudam a cada edição. No ano em que se celebra o 20º aniversário da declaração da Grand Place a Património Mundial da Unesco, o tapete celebra a sua 21ª edicação, com um padrão alusivo ao México, em particular à região de Guanajuato. É a primeira vez na história do tapete de flores, que tem um tema alusivo à América Latina. 

 

O design do tapete deste ano foi feito pela designer gráfica Ana Rosa Aguilar Aguado, de Uriangato (México) e incorporou simbolos tipicos da região com elementos naturais e motivos da cultura tradicional de Guanajuato. Quando o desenho estava pronto,o designer belga Mark Schautteet, o designer permanente do tapete de flores, transpôs o desenho para o formato real em flores. 

 

Aqui e aqui podem ver as edições de 2014 e 2016, as que eu vi desde que me mudei para Bruxelas. Abaixo, ficam as fotos da edição deste ano. 

 

 

 

 

Este ano (e ao contrário das edições anteriores que vi) comprei os bilhetes para subir à varanda do edificio da Camâra Municipal de Bruxelas (aquele edificio que toda a gente conhece da Grand Place que tem a torre bicuda). O ideal é comprar os bilhetes on-line para evitar as filas que normalmente se fazem para comprar bilhetes in-loco. Foi o que fiz este ano e por isso a subida ao topo foi relativamente pacifica. 

 

 Aqui podem ver as fotos de todas edições passada do tapete. O próximo é em 2020. Por isso, tudo a marcar na agenda! ;)

 

 

Sabes que não vives o Verão no Sul da Europa quando...

 

Capture.JPG

 

 

 ... está um frio do caneco em pleno mês de Agosto, mas ainda assim as pessoas à tua volta vestem-se de sandálias, t-shirt e calções e ainda se queixam do calor que faz;

 

... mesmo com céu nublado, frio e ameaçar chuva a qualquer instante, te convidam para um churrasco ao ar livre;

 

... a noção de salada é... batata!

 

... as lojas fecham duas semanas para férias;

 

... as lojas que restam abertas fecham às 18h30 (no melhor dos cenários);

 

... 22 graus de previsão meteorológica é considerado "um dia espectacular de Verão!"

 

... sonhas diariamente com as férias em Setembro num sitio com temperaturas acima dos 25 graus.

Pela Paz no Mundo, ajudem!

 

download.jpg

 

No meio do Verão tropical em que a Bélgica está mergulhada há semanas a fio, já vou na terceira noite seguida sem pregar olho, cortesia de uma filha da puta melga que passa a noite a sobrevoar o meu ouvido. Confesso, tenho olheiras até ao queixo (abençoado seja aquele curso de auto-maquilhagem há uns anos), vontade matar alguém e um peso nas pálpebras digno de Hércules. 

 

Hoje às 6 da manhã desisti. Levantei-me da cama e fui fazer os meus exercícios xpto para ver se pelo menos o corpinho não se queixa (mais); fui passear o cão e ainda reguei as plantas. Sabem aquela máxima: "de manhã começa o dia"? Pois. Puta que Pariu merdinha para essa máxima! Eu estou com o Fortes: O que eu quero mesmo é caminha!!!!

 

Serve-me de satisfação que por volta das 8h avistei finalmente a filha da puta da melga em todo esplendor, junto ao meu lado da cama. Aposto que a sorrir e a acenar! É com orgulho que anuncio: matei-a! Matei-a sem qualquer pingo de hesitação ou remorso!

 

Agora resta-me, do alto do meu orgulho sádico, aguentar o resto do dia, produzir alguma coisa de jeito no escritório, tentar não babar-me em cima do teclado. Como? Não façi puto de ideia. O sotck do chocolate acabou e a papelaria onde me poderia abastastecer fechou (hoje, pois claro) para férias. Não bebo café, não tenho chocolatemas tenho muuuito soninho!

 

Se alguém desse lado tiver estratégias para me manter acordada e funcional durante as próximas 9h, agradeço encarecidamente que partilhem!!! A BEM DA HUMANIDADE!

 

Bruxelas: a cidade dos 5 "quase"

3-things-are-infinite-the-universe-human-stupidity

 

 

 

Vivo em bruxelas há quase 5 anos. Não é uma má cidade para se viver assim que nos acostumamos a uma série de coisas como a confusão dos serviços públicos, a ausência de serviço ao cliente, os horários das lojas que não dá grande oportunidade a gastar o dinheiro que se ganha (óptimo para poupar), etc. E sobretudo, quando nos habituamos aos "quase" da cidade:

 

1) Quase sol e quase céu azul

 

 

Menino que mija #XVIII

IMG_20180414_174140.jpg

 

Há já algum tempo que não punha nada na rúbrica "O menino que mija", basicamente a maior proeza de marketing belga de todos os tempos. É hábito o Menino que Mija estar vestido, fazem uma cerimónia, oferecem cerveja a quem estiver a passar no momento da troca, enfim... qualquer coisa para se mandar abaixo uma bejeca! 

 

No Sábado passei por lá e lá estava ele vestido de "Molon Royale Moncrabeau de Namur". Não me perguntei o que é que não faço ideia. E quando perguntei ao Mais Que Tudo, recebi um "oh god!" em conjunto com um revirar de olhos e encolher de ombros....

 

Podem ver as fatiotas que fui vendo desde que me mudei para Bruxelas aqui. Sabiam que o Menino que Mija tem um Museu só para o seu guarda roupa que já conta com cerca de 1000 vestimentas?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin