Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Quando tudo parece virado do avesso, saiba o que fazer!

Só a morte é um problema porque é o único que

 

Sabem quando a vida parece que só nos prega partidas e que tudo está virado do avesso? Quando acordamos e o mundo está contra nós e só coisas más acontecem? Pois bem! Alegrem-se porque eu tenho a solução para os vossos problemas!

 

 

Para perceberem do que eu estou a falar, há já algumas semanas que ando com um problema grave na minha vida profissional que por consequência afecta tudo o resto e os que me são próximos. Profissão, vida pessoal, etc. Durante semanas, o stress tem sido grande, a tripa tem tremido, mas tem aguentado. A cada passo para resolução, tudo parece um muro gigante e de dificil escalada. Cada tentativa de resolução esbarra contra uma montanha de problemas com poucas soluções à vista. E tudo requer tempo. Muito tempo de espera que infelizmente, não há. 

 

Eis que depois de ter posto em prática uma politica que irei partilhar mais abaixo, num só dia: consegui um documento importantissimo numa hora e meia dos serviços públicos belgas (acreditem, é um grande feito! A segurança social portuguesa ao lado dos serviços públicos belgas é uma mera estagiária); à tarde recebi um email a dar-me uma bolha de oxigénio (a dar-me o tempo que preciso para resolver a embrulhada); e cereja no topo do bolo, à momentos fui pôr uma carta no correio, e como é hábito sempre que vou àquele sitio, jogo no euromilhões. Não é que ganhei 8,70€? A je que nunca ganha nada a não ser dinheiro a sair do bolso?

 

Confessem lá que agora estão mesmo curiosos para saber o segredo de tanto sucesso! E eu, como sou amiga, irei partilhar. Preparados?

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Água com sal. Yeap! Água com sal. Passei os últimos 4 dias em Telavive enfiada no mar. Uma espécie de fuga dos problemas, deixá-los a marinar, desanuviar o neurónio, carregar a alma de boas energias (ou lá o que quiserem chamar), a beber uns copos de vinho israelitas, a discutir coisas que não têm nada a ver com o problema em questão como: qual o papel da mulher no judaismo e em quê esse papel difere das restantes religiões? Ou simplesmente ficar a dormir até às 11h da manhã, não tomar banho, enfiar um bikini e ir ao mar lavar a alminha. Meus amigos, eu sempre ouvi dizer que água com sal lava o mau olhado. E se o havia, depois destes 4 dias ficou tudo limpinho e tal! 

 

Também creio que as ganzas que a malta em meu redor estava a fumar incessantemente, contribuiu passivamente, para um novo estado de espirito. Mas isso são outros quinhentos. 

 

Aproveitem o Verão, mergulhem na água com sal e, acreditem, melhores dias virão! Só a morte é um problema porque é o único que não tem solução! ;)