Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Portugal vs Bélgica: 5 diferenças na época natalícia

depositphotos_40329627-stock-photo-butterflies-wit

 

Moro há quase 6 anos na Bélgica e devo confessar que há certas alturas no ano em que as diferenças acentuam-se como azeite e água. Dezembro é um desses meses. Os costumes belgas por ocasião da época natalícia são bem diferentes dos costumes em Portugal. Senão vejamos: 

 

 

1) A árvore de Natal

Na Bélgica raro é conseguir encontrar árvores de plástico. Existe todo um comércio em torno da árvore de natal por esta altura. Em meados de Novembro já se vê árvores naturais à venda, que são cultivadas de propósito, para esta altura do ano. Há pinheiros de todos os tamanhos, inclusive fazem entregas ao domicilio. Em Janeiro, é colocado na rua para recolha selectiva e posterior reciclagem (aqui a reciclagem é obrigatória e um dia por semana tudo o que sejam dejectos de jardim é  recolhido para reciclagem). 

 

2) Prendas

A troca de prendas na Bélgica é no Dia de Saint Nicolas (5 de Dezembro). Na verdade, o saint nicolas que em muito se assemelha com o nosso Pai Natal, vem de Espanha, acompanhado pelo seu ajudante negro (o Zwarte Pieter - que significa o Pedro, o preto), e distribuiem presentes, chocolates, bolachas e ... tangerinas à criançada. Eu sei... tangerinas... estranho para que vem de fora, não é? Além disso, esta tradição foi bastante criticada nos últimos anos por ser racista (na Holanda também têm o Zwarte Pieter). Certo é que continua a existir.

 

3) Ano Novo

Pelo Ano novo, os afilhados escrevem uma carta aos padrinhos (ou um postal) a dar os votos para o Novo Ano. Como O Mais Que Tudo tem uma afilhada/ sobrinha que aprendeu a escrever há dois anos, recebemos um postal com um texto feito por ela. Dantes era mesmo trabalho de colagens, e diga-se de passagem, a miúda tem jeito para aquilo!

 

4) Senhores do lixo

Nos dias que antecedem o Saint Nicolas, os senhores que fazem a recolha do lixo (note-se que sao sempre equipas diferentes: uma para o papel, outra para o plástico; outra para o lixo indiferenciado; outra para o lixo de jardins e plantas; e outra para os restos de comida), batem à porta a pedir o seu "presente". Normalmente pedem 5 a 10€. Devo confessar: para mim e para outros colegas com quem falei sobre o assunto e que não são belgas, esta prática é extremamente estranha! 

 

5) Mercados de Natal

Eu sei, Portugal também tem mercados de Natal. Acreditem que não têm a mesma tradição que a Europa Central em geral e a Bélgica em particular. Por estas bandas podem duram 1 semana, 3 semanas, 2 meses. Qualquer canto salta um mercado de Natal e como Bruxelas tem um mundo de nacionalidades a viver, é perfeitamente normal ter um mercado de Natal finlandês, ou esloveno, ou alemão. Sim, uma mistura de culturas que é giro estar em contacto com. 

 

Confesso que dvem haver mais diferenças substanciais, mas estas são aquelas que ainda me saltam à vista. Depois de morar algum tempo cá, há coisas que se estranhavam que depois entranharam-se e agora são normais. Se se lembrarem de mais alguma, é favor deixarem nos comentários! 

 

 

P.S.: O Escadinhas é finalista no Sapos do Ano na categoria de Saúde. Para votarem, basta ir aqui, inserirem o vosso email e seleccionar 'escadinhas.blogs.sapo.pt". Podem votar com mais de que um email e não se esqueçam de partilharem entre os vossos contactos para que eles também votem. Sem o vosso voto, as DII continuarão a ser desconhecidas por muitos!

 

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin