Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

02 de Abril, 2020

Plãoneta: a loucura do pão também chegou cá a casa!

Vera Gomes

IMG_20200401_082605.jpg

 

 

Ora, quem me conhece sabe perfeitamente que cá em casa quem tem dotes de cozinha é o Mais Que Tudo. Contudo, agora que estamos em isolamento, aproveitei os fins de semana para experimentar algumas coisas. Já foi o bolo de cenoura que já partilhei aqui no Escadinhas; e depois rendime à Pãodemía da Filipa Gomes e experimentei pão. A primeira tentativa tinha tudo para ser um modelo de Terra plana...

Não desistindo da ideia de também ter um pão estaladiço e de babar cá por casa, resolvi tentar novamente. Não está perfeito, mas está muito melhor. Pelo menos já se assemelha a pão! E foi o nosso pequeno almoço nos últimos dias. E por alguém dito que se assemelha a um planeta, passou a ser conhecido entre os amigos como "Pãoneta" ou "Plãoneta".

Como houve várias pessoas a pedir a receita, aqui vai ela. Mais uma vez, a receita é da Filipa Gomes que a partilhou no instagram e eu, confesso... rendi-me porque é mesmo mesmo fácil de fazer (tal como eu gosto). 

3 chavenas de farinha (cerca de 420gr)
1chavena e 1/2 de água (360gr)
1 colher de café de fermento de padeiro seco
1 colher de chá de sal

Misturar tudo, tapar e deixar levedar por 8-12horas (ou até 24h).
Quando esse tempo passar, enfarinhar bem a bancada (ou papel vegetal, que fica mais fácil) e deitar a massa. Puxar de fora para dentro algumas vezes até formar uma bolinha. Virar a costura para baixo e deixar descansar tapado enquanto se pre-aquece o forno a 250° com uma panela lá dentro (de ferro, de preferência, e que tenha tampa).

 

A Filipa explica tudo melhor do que eu:

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

(Vídeo completo no IGTV - é só clicar) Como prometido, aqui fica a receita do PÃOdemía! Agora que estamos todos em casa, um pãozinho óptimo e basico, que QUALQUER pessoa consegue fazer. As medidas são quase a olho (na proporção de 2 volumes de farinha para 1 de água) e a massa não precisa de ser amassada, só misturada! 3 chavs de farinha (cerca de 420gr) 1chav e 1/2 de água (360gr) 1 c cafe de fermento de padeiro seco 1 c chá de sal Misturar tudo, tapar e deixar levedar por 8-12horas (ou até 24h). Quando esse tempo passar, enfarinhar bem a bancada (ou papel vegetal, que fica mais fácil) e deitar a massa. Puxar de dentro para fora algumas vezes até forma uma bolinha. Virar a costura para baixo e deixar descansar tapado enquanto se pre-aquece o forno a 250° com uma panela la dentro (de ferro, de preferência, e que tenha tampa). Assim que estiver super quente, passem a massa para dentro da panela, tapem e levem ao forno por 30minutos. E a magia acontece! Tirem a tampa e assem mais uns 10minutos para uma crosta bem crocante. E QUEM NÃO TEM PANELA DE FERRO? - usem uma panela de inox que tb da! Não fica tão alto nem tão crocante, mas fica muito bom!- confirmem que a panela pode ir ao forno, que não há borrachas nem plásticos. E tb da para fazer num tabuleiro destapado. Fica baixo, mais tipo focaccia, (porque não tem a humidade que a tampa provoca e que o faz crescer). Reguem com um fio de azeite e juntem pedaços de presunto e queijo que possam ter a sobrar aí em casa, é delicioso! (E pizza? tenho a certeza que funciona!) Portanto, é pão para todos! Espero que gostem do vídeo e que este PÃOdemía vos ajude a passar estes dias de aperto e incognita. Cuidem de vocês!

A post shared by Filipa Gomes (@_filipagomes_) on