Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

17 de Janeiro, 2018

O nosso corpo está cheio de dezenas de triliões de micróbios!

Vera Gomes

IMG_20171119_075823.jpg

 

Todo animal, seja humano, lula ou vespa, é o lar de milhões de bactérias e outros micróbios. Ed Yong, cujo humor é tão evidente como a sua erudição, leva-nos a olhar para nós mesmos e para nossos animais numa perspectiva diferente e nova: menos como indivíduos e mais como as multidões interconectadas e interdependentes que seguramente somos.

 

Os micróbios (que inclui as nossas amigas e inimigas bactérias e similares) no nosso corpo fazem parte do nosso sistema imunológico e tanto nos podem proteger da doença como a provocar. Nos oceanos profundos, criaturas misteriosas sem bocas ou tripas dependem de micróbios para toda a sua energia. As bactérias fornecem lulas com capas d

e invisibilidade, ajudam besouros a derrubar florestas e permitem que vermes causem doenças que afligem milhões de pessoas.

 

Muitas pessoas pensam em micróbios como germes para serem erradicados, mas aqueles que vivem conosco - a microbioma - constroem os nossos corpos, protegem a nossa saúde, moldam as nossas identidades e nos concedem habilidades incríveis. Neste livro surpreendente, Ed Yong leva-nos num grande passeio através dos nossos parceiros microbianos, e apresenta-nos aos cientistas na linha de frente da descoberta. Isso mudará nossa visão da natureza e nosso sentido de onde pertencemos.

 

I Contain Multitudes dificilmente é uma leitura leve - eu fechei várias vezes o livro com a sensação de que Yong olhou para cada nicho microbiano - mas é infinitamente gratificante. Basta notar que o livro tem 69 páginas de notas... Também aborda questões relacionadas com microbioma e certas doenças, incluindo Crohn e Colite Ulcerosa. Sinceramente, é uma boa leitura (apesar de um pouco densa em certas partes) para compreender como o nosso corpo se relaciona com microbita e vice-versa, perceber por exemplo, pré e probióticos (e porque é que uns funcionam melhor do que outros, ou porque uns funcionam com umas pessoas e outras não). 

 

Ed Yong é um jornalista britâncio especializado em ciência e que conta na sua formação Zoologia, Bioquímica e Filosofia. tornou.se conhecido pelo seu blog Not Exactly Rocket Science, que mantem nos dias que correm na National Geographic (podem lê-lo aqui)

 

Eu li a versão inglesa do livro que comprei na Book Depository (como é hábito) por cerca de 9,50€. Existe também uma versao em português na Wook com o "brilhante"título "Nós, os micróbios e uma visão alargada da vida" por cerca de 20€.  (Sinceramente, poderiam ter feito uma tradução beeem mais gira do título para se adequar mais ao conteúdo do livro, mas enfim... passa o tipo umas 5 páginas a explicar porquê "I am multitudes" e depois é arrasado por uma tradução). 

 

Este foi o primeiro livro que li em 2018. Qual foi o vosso?