Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

O génio dos artistas Belgas

IMG_20150913_151650.jpg

 

A poucos metros da Mesquita que ocupa um dos cantos do Parc du Cinquantenaire / Jubelpark, em Bruxelas, há um pavilhão desenhado por Victor Horta com um "tempietto" no estilo clássico. O pequeno monumento, propriedade do Estado belga, foi construído entre 1891 e 1897 para abrigar uma impressionante escultura em mármore Carrara criado pelo escultor Jef Lambeaux. O quarto individual, com o seu piso em mosaico, as paredes cobertas de pedras Euville e painéis em Sienna amarela e painéis de mármore branco, serve como pano de fundo para uma escultura que mede 12 m de comprimento e 8 m de altura, composto por dezessete blocos de mármore de Carrara.

 

A escultura representa prazeres e pecados da Humanidade supervisionados pela Morte, ladeado, à esquerda, pela Graças e, à direita, pelas legiões do inferno, na extrema direita, Cristo na cruz acompanhada por Deus, o Pai e a Santíssima Trindade. No registo inferior, Maternidade, Sedução, Suicídio, as Três Idades da Humanidade e, finalmente, Caim e Abel retratados um após o outro. No registro médio aparece Devassidão, Alegria ou um Bacanal, Estupro, Guerra e, finalmente, o Remorso ou Adão e Eva. Uma leitura horizontal mostra humanidade dividida entre o feminino, sinônimo de prazer, à esquerda, eo masculino, associada a agonia, à direita, encontrando dramaticamente no centro de suicídio, estupro e morte.



A estrutura foi recentemente renovada sob a supervisão de Beliris em cooperação com as autoridades belgas. As obras, que tiveram início em 2013, consistiram em limpar, restaurar e proteger as fachadas e paredes interiores, substituição do telhado, o tratamento das placas de mármore amarelo, restauro do mosaico do pavimento e reparar os degraus de acesso.

 

O bilhete custa 2,50€ e pode ser comprado na bilheteira do Museu de Arte e História que fica a uns 100mts do Pavilhão. E posso dizer: a escultura ao vivo é arrebatadora! Pena que a fotografa (ou seja eu) não tenha muito talento para captar a essência do monumento.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.