Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

21 de Março, 2020

O bolo mais fácil de fazer de sempre!

Vera Gomes

IMG_20200321_151911.jpg

 

Poderia fazer do quão fixe é aproveitar este tempo de isolamento social para fazer coisas muito interessantes e super inteligentes. Podia. Mas não. Como devem ter reparado o blog anda a meio gás porque tenho estado em teletrabalho e dedidado a apoiar na medida do possível outras pessoas dom Doença Inflamatória do Intestino. Nos intervalos, enquanto o Mais Que Tudo se dedida à sua produção caseira de cerveja, decidi afinar as minhas parcas qualidades de pasteleira. E por isso tem saído bolo todas as semenas. E depois é preciso afinar a receita, volta-se a repetir. Um dos que queria há muito experimentar era bolo de cenoura. E este fim de semana, foi O fim de semana de o fazer.

A Ângela, cozinheira de mão cheia, partilhou comigo uma receita daquelas tipo "bolo de cenoura para idiotas". Daquelas que só se for mesmo uma grande abétula irá correr mal. Por isso, tinha tudo para correr bem. E correu!!! Uma coisa a afinal ali, outra acolá, mas impec! Habemus Bolo de Cenoura!

Para os que acompanharam a saga cerveja vs bolo e foram pedinchando a receita, agora que provei o bolo, posso partilhar. Não que não confie na Ângela e na receita que ela me deu. Mas porque realmente não confio nas minhas qualidades de pasteleira.

Assim sendo irão precisar de:

4 ovos

1 chávena de chá muito mal cheia de óleo de girassol

3 cenouras médias descascadas e cortadas em rodelas

270 gr de açúcar

240 gr de farinha de trigo

1 colher de sopa bem cheia de fermento em pó

opcional: sumo de uma laranja e/ ou canela em pó

 

IMG_20200321_152111.jpg

 

Modo de preparação:

Ou no liquidificador ou numa bacia e depois usam a varinha mágica (foi o que fiz), metam tudo lá dentro, carreguem no botão e pronto para ir ao forno. Despeje a massa num tabuleiro rectangular, untado e enfarinhado (o meu é de silicone e salto este passo).

A Ângela mandou umas instruções mais longas (peneirar farinha e tal), mas eu fui directa ao assunto e correu bem. Ah! E cortei na dose de açucar também (faço isso em todas as receitas...)

Asse em forno médio (180º) pré-aquecido, por cerca de 40 minutos.

 

E bom apetite!

 

IMG_20200321_173630.jpg