Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não é para quem quer, é para quem pode: Actividade física com sistema de propulsão integrado!

 

40172934_2116409278393274_3498729085725573120_n.jp

 

 

Por indicação (mais do que uma vez) não tenho hipótese: tenho que mexer este corpinho de marmota, tonificar músculos, trabalhar mobilidade, dizem que umas três vezes por semana.

 

Claro que tudo sto é muito bonito. Mas no meu caso e dos doentes com Crohn ou Colite ou qualquer outra das Doenças Inflamatórias do Intestino, há fases e tudo que envolva actividade física tem que ser adaptado. Senão atentem lá às fases: 

 

 

  • Há fases que entro em crise e que mal dou um passo a tripa diz "ai estás a mexer-te? Se é para mexer é para ir à sanita!". E o meu exercício passa a ser corridas de velocidade para ver se chego a tempo ao wc e a bater recordes do Usain Bolt. Umas vezes ganha a sanita, outras vezes ganha a cueca. Mundo cruel!

 

 

  • Agora estou na fase do: "posso mexer com algumas condicionantes, mas só me mexo porque sou obrigada, porque o que me apetece mesmo é sopas e descanso". 

 

Independentemente da fase em que esteja, uma coisa é sempre sempre garantida: vai sair ar. Mais ruidoso, menos ruidoso, mas vai sair! Tão certo como eu me chamar Vera Cândida. (Sim, eu sei... nem se atrevam!) Começo a sentir as bolinhas de ar a mexer na tripa, a percorrerem todo o meu abdómen. Depois há aquele momento que parece que a bolinha ficou presa algures na tripa. Eu suspiro de alivio e relaxo o músculo das nalgas e penso "safei-me!". Mas não! A puta da bola, assim que descontraio, acelera tipo Usain Bolt, e sai fazendo as nalgas batarem palmas com tal desempenho e deixando-me embaraçada. E a pensar: será que alguém deu conta?

 

Quando faço exercício sozinha, até o cão fica a olhar para mim. E eu olho para ele, com aquele olhar que vos falei aqui, e ainda lhe digo "Shame on you Nano!", afinal de contas ele peida-se sem dar conta e fica sempre surpreendido com os seus próprios peidos. Também pode arcar com a culpa pelos meus! A culpa lá em casa nunca morre sozinha! 

 

Só há um pequeno problemazito. No início do Verão comecei a ter sessões privadas (uma mistura de fisioterapia com exercicio com objectivos específicos por causa da minha condição de saúde). O Nano não está presente nestas sessões. Por isso não tive hipótese.... A primeira coisa que fiz foi avisar, assim meio a rir meio a sério, o terapeuta que "olhe, eu vou começar a fazer estes exercicios muito fofinhos mas que mexem com a parte abdominal, portanto não estranhe se começar a ouvir barulhos". Mas sejamos sinceros: barulhos abdmoninais enquanto se faz um exercicio de reforço muscular nas costas, é por vezes um bocadinho dificil de explicar. Por isso, lá contraio o nalguedo, rezo aos santos e até prendo a respiração, não vá um atomo de oxigénio ser a última gota e fazer aquela bolha de ar sair dentro de mim!

 

Nem sempre sou bem sucedida, como é óbvio desde o inicio. Aliás... tenho que ser sincera: nunca sou bem sucedida! Mas eu tento! Eu tento! E isso deve contar para algma coisa, não?

E vocês: quais as vossas estratégias para que os prisioneiros saiam discretamente? Situações constrangedoras? Contem-me tudo, não me escondam nada!

 

4 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin