Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

02 de Dezembro, 2016

#IBDVisible Vamos pôr os pontos nos i's?

Vera Gomes

Intestino.jpg

Convenhamos: quem é que enquanto toma um café ou janta quer ouvir uma pessoa falar sobre as experiências inesquecíveis que uma Colite Ulcerosa provoca? Eu confesso: a frase que mais ouvi nos últimos 9 anos foi: "que nojo! não quero saber!". Ou então: "por favor! Estou a comer!". Ninguém (ou quase ninguém) quer ouvir sobre o que um doente de Colite Ulcerosa ou Chron passa. Ninguém quer saber como foi a preparação para (mais) uma colonoscopia, ou como foi o nosso dia entre idas ao wc, ou as nossas pequenas vitórias quando vamos ao WC e conseguimos fazer uma salsichinha! Porque é literalmente merda. E de merda ninguém gosta de falar porque não fica bem. É nojento. 

 

Convenhamos: todos vamos ao WC. Todos fazemos merdinha e xixi mas ninguém fala no assunto. Como se falar no assunto faça de nós comuns mortais e nos descesse a um nível  de animalesco. E depois eis que se tem uma doença que faz ir ao wc 30 a 40 vezes por dia. Em que tem que se registar consitência, cor, odor e sei lã mais o quê. Onde se sente necessidade para falar no assunto mas ninguém quer ouvir a não ser um psicólogo a quem estamos a pagar para ouvir falar de...merda. Mas não a psicológica: aquela mesmo que fazemos no wc e que toda a gente esconde que faz!

 

Há excepções claro. Tenho amigos com os quais posso falar abertamente sem problemas. Até com a minha família, que nestas coisas nao estão cá com merdas. Mas tenho a perfeita noção que sou uma excepção à regra! Que muitos que tal como eu padecem desta condições escondem e sentem-se só porque não têm com quem falar. Porque não têm ninguém próximo de si que aguente conversas de merda. Literalmente sobre merda. 

 

E tem que ser assim? Eu cá acho que não! Porque podemos falar do tempo, de comida, de beber e não podemos falar de uma outra necessidade básica que é... cagar! Merda! Dores! Peidos! Arrotos! Todos temos, todos fazemos e ai jesus que se alguém fala na coisa, que falta de delicadeza! Sinceramente, é nestas alturas que fico contente de ser do Norte. Porque a gente do Norte, apesar de tudo, lida melhor em pegar o touro pelos cornos! Se têm alguém que vos é próximo com Chron ou Colite Ulcerosa, deixem as "peneiras" e o preconceito de lado; livrem-se do tabu e ouçam. O vosso amigo precisa de quem o ouça e não de quem mande bitates sobre a dieta a seguir ou um ou outro tratamento a experimentar. Para isso há os médicos. 

 

Ilustração: João Falcato

Digitalização: Paulo Solano Photography

2 comentários

Comentar post