Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há uma primeira vez para tudo e nunca é tarde demais!

maxresdefault (1).jpg

 

 

 

No momento em que escrevo este post, sou eu que estou numa sala de espera. Para variar, quem vai fazer uma colonoscopia/ endoscopia é a minha mãe. Digam o que disserem: A melhor mãe de sempre! E é estranho. Em mais de 10 anos de Colite Ulcerosa e no maravilhoso mundo das Doenças Inflamatórias do Intestino, sou eu na sala de espera. 

 

 

Confesso: é uma sensação estranha. Nem sei muito bem como me devo sentir. A minha mãe está lá dentro e espero que o exame, que é de rotina, diga : "está tudo bem", "nada com que se preocuparem". Será quase certo esse o resultado final, mas não deixo de sentir uns bichos carpinteiros no estomago e de me sentir irriquieta. 

 

Com a minha exoeriência de clinicas e hospitais, bem claro que vim toda artilhada: livro, computador, séries para ver. Mas não dá: coração e cérebro estão ansiosos por ver a mamã sair pela porta, de sorriso nos lábios e a dizer: "esta empreitada está feita!"

 

Para quem acompanha os doentes com Crohn ou Colite Ulcerosa, deve ser este o sentimento quando nós, os doentes, entramos para fazer o exame, não? Apetecer beber água, mas não o fazer à frente porque a pessoa não pode beber nem comer. Confesso, estar deste lado é uma nova experiência! E só consigo ter empatia e gratidão por todos os que ficam nas salas de espera aguardando que o vosso ente querido saia, de preferência, com um sorriso nos lábios. 

 

A vocês, que acompanham-nos nas nossas batalhas: obrigada! Nós somos guerreiros, mas não o seriamos sem o vosso apoio!

 

Portanto, que tal hoje agradecermos a quem nos acompanha nas nossas lutas?

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin