Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

11 de Abril, 2018

Há alguém que responda Sim a estas perguntas?!

Vera Gomes

 BEAN-say-what.jpg

 

 

Irei aos Estados Unidos em breve para uma viagem de trabalho e como todo o comum dos mortais que viaja para fora do Espaço Schengen, tive que pedir visto (e antes que digam que nem sempre é preciso visto e tal, como vou em trabalho não viajo com vistos de turista, ok?).

 

Bom adiante. Lá fui ao site indicado pelo estaminé preencher o formulário indicado, e meus amigos: aquilo não é um pedido de visto. É descrever a nossa vida ao detalhe e demorou uma eternidade a que conseguisse chegar ao fim do formulário. O ponto alto foi a última parte (5 páginas) de perguntas sim ou não. E aí, não sabia se havia de rir ou simplesmente ficar de queixo caído e nem reagir. Lá fui clicando ao longo de toooodas as perguntas que iam aparecendo, mas devo confesaar que há coisas que não me sairam da cabeça. Algumas perguntas eram coisas tipo:

 

Durante a sua estadia:

1) Pensa em cometer um atentado terrorista?

2) Fazer tráfico de orgãos?

3) Fazer tráfico de seres humanos?

4) Fazer tráfico de droga?

E a cereja no topo do bolo: Pensa prostituir-se?

 

E eu, desde esse dia, que pergunto-me se há alguém neste mundo que alguma vez responda que sim a qualquer estas questões. 

Sim, eu sei que Pode haver implicções mais tarde, questões de segurança, etc e tal. Mas a sério: existe alguém no mundo que vá responder: sim, eu quero ir ao vosso país porque estou a pensar seriamente em prostituir-me. Ou "bem, tenho dois rins e estou a pensar em vender um num beco escuro do vosos país. Sempre é uma outra classe!"

 

Se conhecem alguém que tenha respondido "sim" a este tipo de perguntas, por favor acuse-se! E qual foi o pedido de visto mais surreal que tiveram?

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.