Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dos afectos

0593.jpg

 

O mundo dos afectos não pertence aos cautelosos e aos que fogem do veneno das cobras que imaginam. Desses, não reza a história. Os afectos acontecem a pessoas como a Lisa que, mesmo rodeada de ventos que parecem prestes a afundar a nau, lutam por si. E pelos outros. Sobretudo pelos outros. 

 

in, A vida num sopro, Miguel Estrada e António Coimbra Matos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs de Portugal

Bloglovin