Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

13 de Janeiro, 2020

Diz que foram: 7 países, 44 cidades, 112 locais

Vera Gomes

 

Viajar, num sentido profundo, é morrer. É deixar

Confesso que gosto de viajar. Excepto quando são viagens de trabalho a que apelido de "presentes envenenados" (malta que viaja com frequência em trabalho irá compreender). Há um acréscimo de trabalho, não se tem horas nem para começar nem para acabar o dia; o trabalho continua a acumular no escritório e há emails que têm que ter resposta mesmo estando fora. Além de voos atrasados, comida nem sempre boa, e que nem se tem tempo para conhecer o sitio para onde se viaja.

 

Há dias recebi um email do GoogleMaps com as estatísticas das minhas viagens de 2019. 

 

unnamed.png

 

Confesso que não tenho por hábito fazer o balanço das minhas viagens, mas olhando para este balanço que recebi, posso dizer o seguinte:

 

    • Tendo em conta os últimos 6 anos da minha vida, 2019 foi dos anos em que menos viajei (note-se que viajo imenso em trabalho) e a maioria das viagens foram.... viagens de trabalho!

 

    • Fui a Portugal e a Lisboa pelo menos de 2 em 2 meses. Cortesia das minhas actividades pelas DII (e cheguei a ir 2 vezes num mês...)

 

    • Curiosamente o GoogleMaps diz que estive na Aústria. Enganou-se. Não estive na Aústria em 2019 mas sim na Roménia em Bucareste em Junho.

 

    • Diz o GoogleMaps que "em 2019, viajou um total de 60 831 quilómetros": tenho muita pegada ambiental para compensar....

 

    • No geral, e olhando para o histórico total, o GoogleMaps tens que melhorar estes relatórios porque faltam países e cidades em que estive. Por exemplo, Buenos Aires (Argentina). 

 

Confesso que gosto de viajar. Excepto quando são viagens de trabalho a que apelido de "presentes envenenados" (malta que viaja com frequência em trabalho irá compreender). Há um acréscimo de trabalho, não se tem horas nem para começar nem para acabar o dia; o trabalho continua a acumular no escritório e há emails que têm que ter resposta mesmo estando fora. Além de voos atrasados, comida nem sempre boa, e que nem se tem tempo para conhecer o sitio para onde se viaja. 

 

Já cuscaram os vossos relatórios do GoogleMaps? Que vos diz ele? Também tem inexactidões como o meu?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.