Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Dia Mundial do Livro: 6 sugestões para pôr a leitura em dia

variossc_rubricamensal-diamundiallivro-destaque.pn

 

Hoje celebra-se o Dia Mundial do Livro e por isso aqui nas Escadinhas do Quebra Costas decidiu-se recomendar aos vizinhos algumas leituras. Avizinham-se um feriados, férias quase quase aí, por isso pode-se aproveitar e tirar o pó a algumas páginas que jazem na estante, ou passar por uma biblioteca e requisitar uns livros ou ainda passar por uma livraria e adquirir uns examplares. Seja qual for a opção, o importante é lerem! Saber não ocupada lugar e informação é poder!

 

Vamos então às sugestões: 

 

 

1) "conViver com Doenças Inflamatórias do Intestino", Vera Gomes, da Guerra & Paz

Eu sei... eu sei... Sou suspeita a falar deste livro. Por isso partilho a entrevista que saiu no Público sobre o assunto e talvez percebam porque o tenho que recomendar. Conhecem alguém com Crohn ou Colite Ulcerosa? Querem que alguém que conhecem perceba a "maravilha" que é ter uma doença inflamatória do intestino? Querem perceber como lidar com a besta? Então ESTE é O livro!

Dica: podem comprá-lo em qualquer livraria ou online (FNACBertrandWook e no site da Guerra & Paz). Em alguns sites há desconto!

 

2) "Não se Deixe Enganar", Comcept, da Contraponto

Este é o tipo de livro que TODA a gente deve ler. Já tinha falado dele no Escadinhas e volto a recomendar. Explica numa linguagem muito acessível como funciona e em que se baseiam muitas das coisas com que somos bombardeados todos os dias na internet e até na comunicação social (Srs. Jornalista: ler este livro também dava jeito. Antes de escreverem asnerias, ok?). Por exemplo, explica como funciona a homeopatia; como se processam os estudos clinicos, etc. 

Igualmente à venda online e em qualquer livraria. 

 

3) "Sentença ou Oportunidade - uma questão de atitude", Lea Pinheiro, Porto Editora

Confesso que de todos os livros nesta lista, este é o único que ainda não li. Mas está na minha lista de compras na minha próxima viagem a Portugal. Léa tem uma colostomia e este livro conta a sua história. Conhecendo a Léa pelo que li sobre ela e pelo seu trabalho na Associação Portuguesa de Ostomizados, é um livro que comprarei. 

Está à venda na Wook

 

4) "Faz bem ou Faz mal?", Nina Shapiro

Outro livro que já passou aqui pelo Escadinhas. Este livro explica de uma forma acessível uma série de mitos e ideia (erradas) relacionadas com a saúde. Ajuda a compreender porque é que algumas coisas não fazem sentido (como vitamina C para prevenir constipações ou estimular o sistema imunitário) ou quando é que se deve e faz sentido tomar suplementos. Mas também fala sobre os riscos de diversas opções, por exemplo, retirar o glutén da dieta, os riscos do marketing alimentar, a importância da vacinação.

Igualmente à venda em qualquer livraria e online. 

 

5) "A vida num Sopo", Miguel Estrada e do António Coimbra Matos, Oficina do Livro

Já tinha dito aqui no Escadinhas que li o livro numa penada. Confesso que cada vez mais tenho dificuldade em encontrar livros que me entusiasmem ao ponto de os ler de uma rajada. Este foi um deles. A história de Lisa e Peter, as dúvidas do Miguel, o choque de uma realidade que felizmente nunca vivi de perto mas infelizmente existe, fizeram com que sorvesse cada capítulo. Houve momentos que tive de parar, reflectir, respirar, para depois continuar.

Igualmente à venda em em qualquer livraria física e online.

 

6)  Cebola Crua com Sal e Broa, Miguel Sousa Tavares

Li este livro no Verão passado numa viagem de trabalho a... Portugal! O Alentenjo assentou que nem uma luva neste livro autobiográfico do Miguel Sousa Tavares, que é tudo menos um autor consensual: ou se gosta ou se odeia. Ainda não me cruzei com niguém que o achasse assim assim. Contudo, este livro vale a pena ler, se nao for mais para saber um bocadinho mais sobre Portugal e a sua história na segunda metade do século XX. São estórias da História contadas na primeira pessoa que trazem à luz do dia muitos aspectos, por vezes, esquecidos ou que nem são falados.