Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

14 de Fevereiro, 2018

Como tornar as tardes frias em algo bem mais agradável?

Vera Gomes

Tal com em Portugal, o frio em Bruxelas tem estado no seu melhor. Apesar de termos dias mais solarengos do que é habitual, certo é que as tardes de Domingo têm sido passadas no conforto do lar e em modo descanso. 

 

Contudo, no Domingo que passou recebemos um amigo para um chá, nao das cinco, mas das quatro, que lançou um desafio: chá às 4h, que ter para trincar? Eu não tolero

açucar e não tolero ovos, portanto, comprar qualquer coisa estava fora de questão. No meio do meu dilema, tropecei nesta receita no Blog do Casal Mistério. Foi amor à primeira vista! Tudo o que eu gosto numa receita: poucos ingredientes, fácil e rápida de fazer, sem açucar, sem ovos. Amor à primeira vista! E o toque final, com um bocadinho de compota são de comer e chorar por mais!

 

IMG_20180211_164048.jpg

Como é hábito os meus cozinhados nunca ficam tão bonitos para a fotografia como nos sites e blogs de culinária, mas mesmo assim, estavam bons. Com o pequeno pormenor, que sobraram alguns que guardei e comi no dia seguinte frios, sem nada, e marcham que nem ginjas!

 

Tudo o que precisam para os fazer:

  • 2 chávenas de farinha com fermento
  • 1/4 de chávena de óleo de coco (sólido, não derretido)
  • 3/4 de chávena de leite de coco

Meter tudo numa taça, misturar tudo muito bem até ficar uma bola que não cola à taça. Sinceramente, a certa altura eu tirei da casa e amassei em cima de uma tábua enfarinhada como se fosse pão. Rolo da massa para esticá-la até ficar com cerca de 1cms de altura, um copo pequeno para cortar a massa. Tabuleiro e forno (a 220 graus) durante cerca de 10m ou até ficarem dourados. 

 

Depois é só escolher um chá e a compota para acompanhar e as tardes frias ganham toda uma nova dimensão! 

Bom apetite!

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.