Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

03 de Junho, 2019

Como fazer para tornar o desejo de ir à praia uma realidade?

Vera Gomes

PRAIA PARA TODOS.png

 

Em Portugal, apesar de tudo, existe uma rede de wc’s públicos num grande número de parques públicos (antes que contestem, aviso já que é mais do que existe na Bélgica, que são ZERO). Contudo, nas praias a coisa muda de figura. Wc’s públicos são raros, a não ser os wc’s dos bares de praia, que muitas vezes limitam o seu uso aos seus clientes que consomem nas suas instalações.

 

Ora, obviamente que isto aumenta o número de idas à água para libertar as águas estagnadas no reservatório situado no baixo ventre, também conhecido por “aquecer a água”; “ligar o esquentador”, “mudar a água ao bacalhau” e… fazer xixi! A coisa piora, contudo, quando está em causa o número 2, o super conhecido cocó, ou quando se tem aquela cólica tramada que anuncia desgraça intestinal.

 

 

Parece-me óbvio que, malta que tenha condições médicas que requeiram o uso de WC’s amiúde e/ ou com urgência se limitem nas saídas de casa para levar o corpinho a refrescar-se nas águas salgadas ou de simplesmente ficar a vegetar tipo lagarto ao sol na areia. É por isso que esta vossa amiga, tem algumas dicas para vossemecês aproveitarem o Verão em pleno:

 

  • Lista de praia com instalações sanitárias

É certo que não são muitas. Mas existem praias com instalações sanitárias públicas. A informação é disponibilizada por….. e podem consultar a lista de praias com wc’s e escolher aquela que mais vos agrada. Outra lista que podem consultar, é a das praias com Bandeira Azul. Instalações sanitárias disponíveis faz parte dos critérios de atribuição da classificação.  É uma praia cheia de gente? Provavelmente. Nesta vida não há almoços grátis…

 

  • Não há praia com wc’s a menos de 80kms de vossa casa? Gostam daquelas praias mais desertas e longe da civilização?

Bom… assim é complicado de facto, mas nada é impossível!

Em primeiro lugar levem SEMPRE toalhitas convosco. Acreditem que são as vossas melhores amigas em qualquer situação. Há umas embalagens pequenas, não ocupam muito espaço e dão um jeitaço, seja para limpar mãos, rabo, cara ou tampos de sanitas. Depois: lembram-se daquele momento em que a malta se enrola na toalha para trocar de roupa, bikini ou cuequinha? Essa técnica desenvolvida ao longo de anos será algo que, finalmente, será útil! Porquê? Porque vejamos:

 

1. Peguem no balde de brincar dos putos (mesmo que não tenham crianças, podem comprar um.Todos temos uma criança dentro de nós.). Metam um saco plástico lá dentro. Tenham-no por perto. Quando a vontade aperta, técnica da toalha, cocó no saco plástico (que depois poderão fechar e deitar no caixote do lixo (sim… como o cocó dos animais, ok?) e TCHAN TCHAN!

 

2. Querem algo mais sofisticado? Vejam as opções de “sanitas portáteis” que há para viagens. Já me cruzei em algumas farmácias que as tinham à venda, mas decerto que os grupos de mães no Facebook poderão dar uma ajuda onde as encontrar à venda. Podem também comprar online e chegado o momento: “técnica da toalha” e TCHAN TCHAN!

 

3. Há sempre o bacio dos putos…. Mas confesso que esta opção dá mais nas vistas….

 

4. Coloquem a vossa toalha junto do wc mais próximo da praia. Fica a 40kms da água? Fica. Mas fica a uns segundos da toalha!

 
  • NUNCA NUNCA fazer:

1. Cocó na água: alheiras a boiar não obrigada além de ser nojento, é mau para a qualidade da água onde todos (incluindo vocês) andam a tomar banho. (O mesmo é válido para o xixi)

 

2. Cocó na areia: gostariam de chegar à praia, estender a toalha, sentirem uma merda a picar-vos nas costas e tchan tchan cocó? Não, pois não? Então não o façam para os outros que virão a seguir a vós

 

3. Cocó nas dunas: além de serem áreas protegidas e com ecossistemas mais frágeis: sigam a regra anterior.

 

 

Por isso preparem o vosso saco para a praia com sacos plásticos ou wc’s portáteis ou moedas para os wc’s públicos, além da toalha, protector solar, água, livro e frutinha para debicar. Ficar em casa não é opção e todos temos direito a ver o mar! E juro-vos: tornei-me uma pessoa muito mais criativa desde que me foi diagnosticada a Doença Inflamatória do Intestino!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.