Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Chegou aquela altura do ano em que é preciso falar disto!

44076984_1785150921612429_6030265728626589696_n.jp

 

Chegou o Outono e com ele o ínicio da época fabulosa dos narizes fanhosos e dos lenços de papel. É nesta altura do ano em que um pobre coitado apanha uma puta de uma gripe e decide que se calhar a coisa até passa, vai trabalhar e só quando está à beira da morte, decide ir ao médico. Ou então o puto apanhou uma gripe no colégio, contagia a familia toda, e passado uma semana está tudo doente. Torna-se por isso importante relembrarmos alguns pontos fundamentais:

 

 

1) Gripe é altamente contagiosa

Por isso, têm que ter em mente que mesmo que ainda não tenham sintomas, se estiveram em contacto ou próximo de alguém com gripe, a puta mesma irá servir-se de vocemessês para chegar ao próximo hospedeiro. O período de incubação (tempo que decorre entre o momento em que uma pessoa é infetada e o aparecimento dos primeiros sintomas) é, geralmente, de 2 dias, mas pode variar entre 1 e 5 dias. O período de contágio começa 1 a 2 dias antes do início dos sintomas e vai até 7 dias depois; nas crianças este período pode ser maior. Portantos, não sejam terroristas gripais, ok?

 

2) Todos iguais, mas todos diferentes

Para alguns de vocês pode ser uma semana a canjinha de galinha e cházinhos em casa, um paracetamol aqui e acolá e a coisa passa. Para um imunodeprimido (como eu e uns uantos milhares em Portugal), um gripe é quase uma sentença de morte: o sistema imunitário vai entrar em loop, há montes medicamentos não podemos tomar, e o que seria uma semana em casa a canjinha torna-se no Pesadelo em Elm Street que nos pode atirar para mais um internamento. 

 

3) Sem vergonhas!

Por isso, meus caros, para se protegerem a vocês próprios e não serem terroristas gripais, é favor:

  • Reduzam, na medida do possível, o contacto com outras pessoas;
  • Lavem frequentemente as mãos com água e sabão. Caso não seja possível, utilizem toalhetes ou aqueles gel desinfectantes que dá para trazer no bolso ou na carteira, por exemplo;
  • Use lenços de papel de utilização única (deite nos sanitários ou no lixo comum);
  • Ao espirrar ou tossir protejam a boca com um lenço de papel ou com o antebraço; não utilizem as mãos. E se utilizarem as mãos, é favor lavar ou desinfectá-las imediatamente!
  • E pelas alminhas deste e do outro mundo: tomem a porra da vacina da gripe, ok? A vacinação reduz muito o risco de contrair a infeção. Se for infetada, a pessoa vacinada terá um menor risco de ter complicações

 

E um esclarecimento final:  Para aqueles que dizem e clama que a tomaram a vacina e tiveram uma gripe de caixão à cova: a vacina contra a gripe não contém vírus vivos, pelo que não pode provocar a doença (entenda-se: a gripe!). No entanto, as pessoas vacinadas podem contrair outras infeções respiratórias virais que ocorrem durante a época de gripe e para as quais não há vacina.

 

Portanto, já tomaram a vacina da gripe este ano?

 

2 comentários

Comentar post