Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

As 6 constatações da minha primeira vez!

IMG_20180415_170946.jpg

 

Quem me foi seguindo nas redes sociais, percebeu (na boa) que na semana passada andei pelos Estados Unidos. Uma viagem de trabalho levou-me até Colorado Springs por uma semana. Foi uma semana longa, com jet lag até dizer chega e inesquecível q.b. (até incluiu foto com o segundo homem que pôs pé na lua, portanto já conseguem imaginar os momentos que irão ficar deliciosamente gravados na minha mente até que esta se esvaneça). 

 

Foi a minha primeira vez nos Estados Unidos, e por isso, o que vou dizer a seguir pode parecer-vos bastante banal. Mas metam-se lá nos sapatos de uma primeira vez, e continuem a ler, ok?

 

 

1) Camas vs toalhas

Por uma razão que quero acreditar não estar relacionada com o problema da obesidade nos Estados Unidos, o quarto era grande e com duas camas de casal, mesmo com uma reserva para um single. So far so good: poderia dormir à vontade e o único problema que me poderia afligir, seria perder-me na cama. Contudo, o meu verdadeiro problema era muito simples: entrar e sair da cama. Porquê? A altura, senhores, a altura! Quem se lembrou de fazer camas para gigantes e colocá-las num hotel, deveria ser chicoteado 50 vezes. Não acreditam? Vejam a foto abaixo. Aquio é a minha bagagem de porão e a mochila que levei.... Percebem agora?

 

 

IMG_20180415_182835.jpg

 

Em contrapartida, as toalhas de banho pareciam ser para a anões. Só um anão conseguiria usar aquelas toalhas como sendo de banho. Para gnomos como eu, davam como uma toalha de rosto grande. 

 

2) Deveria ser "grande e à americana"

Quem disse "à grande e à francesa" claramente nunca passou pelos Estados Unidos. Pede-se um copo de água, e vem uma quantidade que dava para encher a piscina infantil d eum resort qualquer no Algarve; Pede-se salmão com arroz, e ainda levas com dois acompanhamentos (vegetais, nada mau) em doses que a totalidade da refeição dava para 2 ou 3 refeições. Os quartos são grandes, os carros são grandes, as estradas são largas, as pessoas são .... largas.....

Depois, é tudo em grande e espectacular: "The AMAZING balanced rock"; "Thank you SO much"; "Have a GREAT day!". Poderia ser simplesmente rocha em equilibrismo, ou um obrigado  ou tenha um bom dia. Mas não: tudo tem que ser amazing, so and great. 

 

3) Miss Simpatia

O serviço ao cliente foi qualquer coisa acima de espectacular. Assim de meter o serviço ao cliente tuga (que eu já acho estar no top do melhor serviço ao cliente) no bolso pequenino das calças. Super atenciosos e compreensivis, super cuidadosos com pedidos especiais de comida e sempre, sempre a sorrir! O empregado apresenta-se, recebe o pedido, volta vezes sem fim perguntar se está tudo ok, se queremos mais alguma coisa. Enfim... às vezes até era simpatia a mais, mas confesso que soube mesmo bem (para cortar um bocadinho com a antipatia do serviço ao cliente belga.).

 

4) Melhor do que muitos que por aí andam 

A cereja no topo do bolo: wc. Confesso que quando perguntei onde era o wc e me responderam: é lá fora num atrelado; fiquei de pé atrás. No meu pensamento processou-se o pior dos cenários. Lá fui buscar lenços, toalhitas e desinfectante para as mãos e fui enfrentar a besta. E vi isto:

  

IMG_20180419_153458.jpg

  

Cheirei ao de longe, mas o vento não me trouxe nada de mau. Subi as escadas e entrei. E foi isto que encontrei:

 

 

 

 

Palavras para quê? AMAZING!

 

5) Eles também têm direito

Já no aeroporto, sentada de costas para a porta de embarque reparei: wc senhoras, wc homens, wc animais. Oi? Não resisti e fui espreitar. Nem tenho palavras para descrever, por isso é melhor verem com os vossos olhitos:

 

 

 

 

6) Aceita-se tudo!

Já no aeroporto, reparei que tinham um contentor para recolha de medicamentos. Aqueles que a malta já não quer mais ou estão fora de validade? Curiosidade: neste também aceitavam marijuana.....

  

IMG_20180420_080618.jpg