Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

6 pontos a discutir com o médico na hora de escolher tratamentos para Crohn ou Colite Ulcerosa

patient-listening-intently-to-a-male-doctor-explai

 

 

As opções de tratamento para doenças inflamatórias do intestino (DII) - Crohn e Colite Ulcerosa sendo as mais comuns -  podem incluir medicamentos, cirurgia e até terapias de suporte nutricional. Escolher a melhor opção para cada um de nós é uma decisão importante a ser tomada e nem sempre fácil. É natural que se tenha muitas dúvidas sobre como os tratamentos podem afectar o nosso corpo e a doença. As perguntas que surgem quando recebemos o diagnóstico ou quando temos que mudar de tratamento são tantas que acabamos muitas vezes por bloquear e não ser capaz sequer de abrir a boca.

 

A boa notícia é que não estamos sós! Primeiro porque existe o doente e o médico gastroenterologista que devem decidir em conjunto qual o melhor tratamento que irá ajudar

a alcançar e a manter a remissão, assim como melhorar a qualidade de vida. Depois porque existem sempre grupos de apoio online que podem ajudar a esclerecer algumas dúvidas (como o Doença de Crohn/ Colite Portugal ou o Colite Ulcerosa Portugal). Convém ter em conta que cada um tem o seu próprio quadro clínico e por isso não há soluções chapa cinco que dê para toda a gente. A doença é personalizada, o tratamento ainda mais!

 

Se estão a tomar ou a considerar medicamentos, sejam eles quais for, como uma opção, aqui estão algumas perguntas para ajudar na conversa com o vosso médico, numa espécie de mini-guia:

 

1) Medicação

  1. Porque é que esta medicaçao é necessária?
  2. Durante quanto tempo terei que a tomar?
  3. Cmo é que esta medicaçao funciona?
  4. Como é que eu irei tomar esta medicaçao (oral, intravenoso, etc)?

 

2) Riscos e efeitos secundários?

  1. Quais os efeitos secundários mais comuns?
  2. Onde posos ler mais sobre os riscos associados a esta medicaçao?

 

3) Sintomas DII vs Efeitos secundários medicação

  1. Como sei se os meus sintomas se devem à medicação ou devido à DII?
  2. Quanto tempo após iniciar esta medicação até começar a ver os sintomas da DII desaparecerem?
  3. Se os meus sintomas desaparecerem, devo parar a medicação?
  4. Tenho novos sintomas desde a última consulta: devemos alterar o meu plano de tratamento?

 

4) Eficácia da medicação

  1. Como é que vou saber se a medicação está a funcionar ou não?
  2. O que acontecerá se a medicaçao deixar de resultar comigo?
  3. Se eu desenvolver novos sintomas, significa que a medicaçao não está a resultar comigo?
  4. O que acontece se eu não tomar o medicamento como prescrito? Como é que isso pode afectar a minha saúde?

 

5) Combinação de terapias

  1. Porque é que preciso de tomar mais do que um medicamento para a minha doença?
  2. Se um cocktail de medicamentos não resultar, como proceder?

 

6) Interacções e precauções a ter

  1. Que tipo de interacções esta medicaçao pode ter com outros medicamentos que eu possa estar a tomar para outras condições médicas?
  2. Posso tomar vacinas enquanto faço este tratamento?
  3. Posso tomar vitaminas, minerais, ervas ou outros suplementos enquanto tomar o meu medicamento para a DII?
  4. É seguro beber alcool com esta medicação?
  5. Posso tomar medicamentos que não requeiram receita médica enquanto estiver com este tratamento (por exemplo, analgéciso, anti-diarreicos, etc)?
  6. Se quiser engravidar, ou se engravidar, é seguro continuar a tomar a medicação para a DII?
  7. É seguro para mim e para o meu bebé, tomar esta medicaçao enquanto amamento?

 

Se acharem que faltam perguntas, é favor deixar nos comentários! Só assim poderei completar este pequeno guia para ajudar todos os doentes. Afinal, juntos somos mais fortes, não é?

 

3 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin