Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

30 de Julho, 2019

6 dicas para dormir melhor

Vera Gomes

@escadinhas www.escadihas.blogs.sapo.pt.png

 

Dormir. Sabem aquele sono verdadeiramente restabelecedor que nos faz acordar cheios de energia e com uma força capaz de conquistar o mundo? Pois.  Não faço a ideia de como o conseguir porque há já uns anos que uma boa noite de sono se resume a não ter que ir ao wc durante a noite. Depois de ter uma doença inflamatória do intestino, seja ela Crohn ou Colite Ulcrosa, os nossos padrões baixam imenso para considerar que é uma boa noite ou não. Não ir ao wc durante a noite é provavelmente o critério número 1. 

 

É que por muito cházinho que se beba, muito pino e cambalhota à retarguada, a coisa não resulta. Os olhos de panda atacam e a a malta fica entre modo zombie e desespero. De qualquer forma, existem pequenas coisas que podem ajudar a que se consiga ter mais qualidade de sono. Se é infalível? Nada disso. Se pode ajudar? Provavelmente sim! Por isso, aqui seguem 6 dicas para dormir melhor: 

 

 

1. Evitar cafeína
Para aqueles que toleram café sem  qu a tripa se queixe.... evitem bebidas estimulantes como café, chá preto, chá mate, guaraná e refrigerantes depois das 6 horas da tarde, pois contém cafeína, um estimulante do sistema nervoso central.

Ainda que o consumo de café, por exemplo, seja feito durante o dia, deve ser moderado. Em excesso pode prejudicar o sono, já que a cafeína permanece no corpo por várias horas. Para uma melhor qualidade do sono, recomenda-se beber no máximo 3 cafés por dia.

 

2. Praticar exercicio físico

Pratiquem uma actividade física regularmente, mas é importante que o exercício seja feito 4 horas ou mais antes de dormir. Caso contrário, a adrenalina libertada durante a actividade física poderá dificultar o sono e piorar, ou até mesmo causar insónia. Caminhadas são, por exemplo, uma actividade fisica que em momentos mais complicados poderá ser aquela que o corpo aguenta. 


3. Invista em roupas de cama de alta qualidade
Conforto acima de tudo! Passamos muito tempo na cama (infelizmente a maioria das vezes nunca tanto quando desejado) devido ao nosso diagnóstico e é por isso que é tão importante que estejam confortáveis ​​na cama. Eu digo conforto em bons lençóis, almofadas e edredons. Quanto mais confortável estiverem, maior a probabilidade de conseguirem dormir!

 

4. Certifique-se de que a temperatura está correta
Nem sempre é fácil, mas pode-se sempre tentar manter uma temperatura no quarto por volta dos 20 graus celsius. Certifique-se de não tentar adormecer num quarto que esteja muito quente por depois não sabem se se cobrem, se se destapam e não têm tranquilidade necessaria para adormecer. 

 

5. Obtenha cortinas de escurecimento
Sejamos honestos. Se se passa a noite na sanita, dormir durante o dia torna-se uma necessidade! Portanto, ter cortinas opacas, ou estores que eliminam totalmente a luz no quarto é absolutamente essencial! Ser capaz de descansar a meio-dia sem raios de sol sorratiramente a entrar no quarto é total felicidade.

 

6. Verifique a qualidade do colchão.
Eis algo que muitas vezes descuramos. Certifiquem-se de que o colchão está firme e é realmente confortável. Se o colchão tem mais de 10 anos de idade, pode estar na hora de comprar um novo.

 

Além destas sugestões, podem igualmemente discutir o asusnto com o vosos médico. Existem algumas soluções inócuas que vos permitem ganhar alguma qualidade de sono. 

 

Têm mais sugestões a acrescentar? Deixem nos comentários!