Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

28 de Fevereiro, 2006

Música do Dia, Semana, Mês e quem sabe Ano

Vera Gomes
Depois de acordar e todos os dias logo pela manhã, ainda remolosa, mal humorada e sem banho tomado ouvir Princesa do Boss Ac, resolvi nomeá-la para uma categoria que ainda não sei bem qual é (só pode ser auto-sugestão). Porque sei que quando o Boss Ac gravou a música não me conhecia, caso contrário nunca me chamaria "baby" logo pela manhã nem tão pouco simpática, aqui fica o tributo à música que marca o meu inicio de dia.

"Tu és,
Tudo aquilo que homem pode querer
Dás-me prazer, tas ao meu lado para me defender
Adoro o teu sorriso
Quando me olhas com ternura acredita que paraliso
És bonita, simpática, tão atraente
Derretes-me todo com o teu olhar inocente
Palavras doces na tua boca parecem brisas
Tu não andas, deslizas
Enfeitiçaste me no dia em que te conheci
Fico fulo da vida quando eles olham para ti
Ao mesmo tempo sinto me tão bem
Por saber que por te ter, mais ninguém tem

Princesa.
Beija-me outra vez
Diz que me amas, baby diz mais uma vez
Princesa

Adoro fazer-te adormecer no meu peito
Quando te tenho a meu lado pra mim o mundo é perfeito
Adoro os fins-de-semana passados na cama
Apaixonados na cama, abraçados na cama
Fazer amor contigo é ir ao céu e voltar,
É morrer e ressuscitar
Adoro os nossos momentos picantes
Engraçado como os anos podem parecer instantes
A tua pele é mel o teu toque é magia
Adoro falar contigo, a tua doce companhia
Antes que seja que tarde de mais, quero dizer
Que faço tudo para não te perder, para não te perder

Schhhh, não me digas nada,
Beija me outra vez com esses teus lábios de fada
Há palavras que ainda estão a inventar
E por mais que tente nunca hei-de conseguir explicar
Não sei se é calor, não sei se é frio
Só sei que sem ti sinto me vazio
Adoro quando nos sentamos no sofá com edredon
A luz apagada, Sade é o som
Tocamo-nos no escuro, o silêncio diz tudo
O amor é cego e por vezes também é mudo
És tu quem eu quero, eu sou sincero
Não digas nada, beija me outra vez"