Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

02 de Janeiro, 2018

4 momentos "What the Fuck" em 2 semanas em Portugal

Vera Gomes

mafaldinha.jpg

 

Quem me foi seguindo nas redes sociais (sobretudo no Instagram) percebeu que andei por terras Lusas. Uma espécie de repouso mais que merecido que o corpinho andava a ressacar por descanso, sol e boa comida. E assim foi! Foram quase duas semanas em que a alma se encheu, a pele arrecadou vitamina D q.b., e coleccionei momentos "What the Fuck".

 

  • Primeiro momento "WTF"

Cheguei a Lisboa esganada de fome porque por causa do voo não almocei. Depois de me ter instalado, dirigi-me a um estabelecimento comercial, entrei e pedi: 2 croquetes e 1 carcaça, se faz favor. Diz-me o empregado: olhe que os croquetes são de espinafres. WTF?! Espinafres?! Mas desde quando fazemos croquetes de espinafres?! Croquete que é croquete é com carne, senhores! Anda uma pessoa aqui desejosa por comer croquetes dos bons e tirar a barriga de misérias e vêm-lhe com croquetes de espinafres?! Indignadíssima, é o que fiquei!

 

  • Segundo momento "WTF"

Pastéis de bacalhau recheados com queijo da serra. WTF?! Afinfem-çhe mas é no bacalhau e deixem o queijo da serra para outras andanças! E não me venham com a treta de que é inovação, ou nouvelle cuisinem que ainda levam com um rabo de bacalhau nas trombas!

 

  • Terceiro momento "WTF"

Nos primeiros dias em Portugal, ouvi um rol de queixumes sobre quão mau Portugal é, de quão incivilizadas as pessoas são, do quão maus são os transportes públicos, do quão esquisito tem estado o tempo, bla bla bla que em Bruxels é que é, bla bla bla que sorte eu tenho de estar na Europa central, bla bla bla. Meus caros, eu concordo que há sempre coisas para melhorar, ok? Agora, tendo este ponto ficado esclarecido vamos aos restantes: 1) Aqui ninguém cede lugar a grávidas, idosos ou deficientes nos transportes públicos. Nem tão pouco há filas prioritárias seja em que lugar for, ok? Entrei num autocarro da Carris e achei que tinha entrado numa limosine: limpo, sem cheirar mal, parecia novo apesar de ter mais de 10 anos. Experimentem um transporte publico aqui: foi limpo há uns 10 anos, cheira mal, tem buracos e frinchas que faz a malta gelar no Inverno, e uns meses depois de ter chegado cá, alguém tinha feito xixi na parte traseira do autocarro. Dentro do autocarro, ok? E o tempo?! E o tempo?! Aqui passam-se 2 e 3 meses sem se ver céu azul, sempre cinza e escuro. Levantas-te de noite, deitas-te de noite e durante o dia nunca chega a estar mesmo dia à séria. Portugal, seja em que sitio for, tem uma luz fantastica, um céu azul imenso e uma comida fabulosa!

 

  • Quarto momento "WTF"

"Os salários ba Bélgica é que é. Aqui em Portugal são uma merda." Normalmente só diz isto quem nunca foi a um supermercado belga. Sim, é verdade que os salários aqui são bem mais altos do que em Portugal, sem sombra de dúvida. É um dos motivos (mas não o único) pelos quais suporto a ausência de sol, a comida merdosa e o frio que me faz ter bronquiolites só de andar na rua no Inverno. Mas se querem os salários da Bélgica, levam também com o custo de vida: uma carcaça por exemplo, não se compra por menos de 0,50€. Um café? 2€ e é barato. Um chá? 3 a 5€, e não é pelo bule: é mesmo só por uma chavena. Uma sandes merdosa? Cerca de 5€. Uma posta de salmão quase microcóspica no supermercado não custa menos de 6€. Ganha-se bem na Bélgica? Sim. Mas também gasta-se muito só para ter o minimo indispensável para assegurar a sobrevivência humana. 

 

Resumindo e concluindo, Portugal é um paraíso à beira mar plantado. E como todos os outros sítios no mundo, tem coisas boas e coisas más. Antes de começarem a desejar a galinha do vizinho e os seus ovos, lembrem-se que a galinha também tem que comer, também caga, também tem que se limpar o poleiro.