Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

28 de Novembro, 2013

Tuguices em Bruxelas

Vera Gomes

O aquecimento no prédio parece que deu o p***o mestre e desde ontem que não funciona. Ora, eu como frio não tolero lá muito, resolvi fazer uso da minha bela lareira para aquecer (ainda mais) o meu lar doce lar por estas bandas. 

 

Já diz o Zé Povinho que "a ocasião faz o ladrão" e por isso resolvi aproveitar a lareira acessa para assar um belo chouriço esquecido nas profundezas do meu frigorifico aquando do magnifico magusto que aconteceu neste lar. Lá o embrulhei em papel de aluminio e atirei-o literalmente às brasas. Quando o tirei a primeira vez pensei "eh pá! se calhar ainda nao está no ponto. É melhor deixar mais um bocadinho". E assim o belo do chouriço aconchegado pelo aluminio voltou a fazer furor nas brasas. Descobri que a gordura arde.... E o meu belo chouriço rapidamente passou de "mais ou menos cozido" para "mais ou menos esturricado". Mas come-se! E sabe bem principalmente quando regado com a vinhaça que a RP me trouxe das terras lusas.

 

Pressinto que na próxima semana quando regressar de PT a esta bela cidade, e o segurança no aeroporto for lá pelo cheiro e pedir para abrir a mala terei que dizer: "Não faço ideia como esses chouriços todos foram aí parar!"

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.