Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

3: a conta que Deus fez

cf727180b0260da93fdf31120a5ebfcb.jpg

 

Quando se tem o diagnóstico de uma doença inflamatória do intestino, seja ela Crohn ou Colite Ulcerosa, é dificil, é complicado, é aterrorizante.  Nem vale a pena dourar a pílula que eu não estou aqui para enganar ninguém. Depois pouco a pouco começamos a adaptarmos à nova realidade e chegamos ao ponto que achamos que a nossa nova realidade é o normal de toda a gente. 

Durante as três últimas semanas, em que estive parada no blog e e a meio gás na página facebook e instagram (porque também mereço descansar e carregar baterias), fui relembrando coisas que deixei aos poucos de ir fazendo nas conversas que tive com amigos e familiares. Partilho convosco 3 exemplos, mas poderia dar muitos mais: 

 

 

1) Cintos

Sempre usei cintos nas calças. Até perceber que um cinto num momento de emergência para ir ao wc só atrapalha e os 3 segundos para desapertar o cinto , são preciosos para conseguir não sujar a cueca. Tenho imensos cintos: para calças, para vestidos, para enfeitar, para whatever. Certo é que as calças nunca mais levaram cinto. 

 

2) Sopa

"Ai sopa é tão saudável, porque é que não comes uma sopinha?" Pois.. saudavel para o comum dos mortais. Eu se comer uma sopa  fico para morrer. Não consigo explicar porquê, mas o certo é que se cozer os vegetais e comê-los não tenho stress. Se lhes meter uma varinha mágica e comê-los em forma de sopa, a coisa não corre bem. E quem diz sopa diz ovos e bananas. Por isso, o que é saudavel para o comum dos mortais, pode não ser para outros. 

 

3) Deixei-me de tangas

Vamos falar de cuecas, ok? Um homem tem dois tipos de cuecas: boxers e slips. Certo? Pois uma mulher tem n tipos: tanga, fio dental, avó, boxer, etc etc que nem consigo listar todos. Com Colite é importante ter uma cueca que dê uma segurança extra caso haja um esmerdanço (literalmente). Logo, fio dental e tanga estão fora de questão que aquilo é a mesma coisa que uma barragem aberta. Depois, cortesia da minha ultima crise, tenho um coágulo num sitio chato quando se usa roupa interior que se enfia no rego. Por isso, fio dental e tangas só em ocasiões especiais e calientes!

 

Claro que se me perguntarem se faço uma vida normal a minha primeira reacção será dizer que sim: é o meu normal! Que obviamente nao será o vosso. Depois de 11 anos com Colite Ulcerosa, é já dificil lembrar a vida anterior que tive, prévia ao diagnóstico. Se me sinto triste, revoltada, ou fula? Não. Já passei por essas fases, ainda tenho momentos ocasionais de revolta, mas se há coisa que a Colite me deu foi aprender a focar-me nas inúmeras coisas boas que tenho ao meu redor e na minha vida. E essas "pequenas" coisas são aquelas que fazem toda a diferença :)

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

3 comentários

Comentar post

Blogs de Portugal

Bloglovin