Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

19 de Julho, 2018

Ao tipo que roubou a minha Fénix

Vera Gomes

IMG_20170409_124747.jpg

 

 

Excelentíssimo Senhor Filho da Puta Ladrão, 

 

ontem resolveu levar a minha Fénix que estava devidamente estacionada contra uma placa com o seu cadeado, numa sombra em frente ao edíficio onde trabalho. 

 

A Fénix para si, cabrão Senhor, é apenas uma bicicleta que vai vender no Mercado de Midi no próximo Domingo lá para as 6 da manhã. Para mim, é um símbolo do meu renascimento após mais de um ano encostada às boxes por uma doença que não pedi. A  Fénix foi a minha primeira bicicleta em mais de 26 anos, tornamo-nos próximas pelo simbolismo e íntimas por roçar o meu rabo no seu assento. 

 

Confesso que não percebi muito bem o objectivo de ter levado a Fénix, mas colocou em evidência a estupidez que abunda no caralho  cérebro. Senão vejamos:

1) A malta em bruxelas compra bicicletas de custar largas centenas (senão milhares) de euros. E vai levar uma bicicleta do Carrefour que custou 100€. Acha mesmo que vai conseguir bom dinheiro pela Fénix?

2) Os sacos de transporte da Fénix valem mais do que a bicicleta em si!

3) Não sei se raparou, mas há uma câmara apontada ao sítio onde  Fénix esperava por mim....

 

Vingança é um prato que se serve frio. Portanto, filho da puta Excelentíssimo Senhor, desejo-lhe que no terreno fértil do seu anus, lhe cresça um pinheiro bravo, com pinhas, decoração de natal e luzinhas de 220v a piscar. Tudo em prol do seu máximo conforto. 

 

Com os meus melhores cumprimentos

Vera Gomes

 

19 de Julho, 2018

Da merda

Vera Gomes

download.jpg

 

 

(…) a única em todo o litoral que podia se vangloriar de não se ter aliviado a não ser em penicos de ouro, para que em seguida o Coronel Aureliano Buendía, que em paz descanse, tivesse o atrevimento de perguntar com os seus maus bofes de maçom a troco de que tinha merecido esse privilégio, por acaso ela não cagava merda, e sim orquídeas?, imaginem, com essas palavras, e para que Renata, sua própria filha, que por indiscrição tinha visto o seu número dois no quarto, respondesse que realmente o penico era de muito ouro e de muita heráldica, mas o que tinha dentro era pura merda, merda física, e pior ainda que as outras, porque era merda de gente metida a besta (…)

 

in Cem Anos de Solidão, Gabriel Garcia Marquez

18 de Julho, 2018

Crohn vs Colite Ulcerosa: afinal, quais são as diferenças?

Vera Gomes

 

img2.jpg

 

 

As doenças inflamatórias do intestino (DII) referem-se a condições crónicas que causam inflamaçao do revistimento e nas paredes do intestino. As DII mais comuns são Crohn e Colite Ulcerosa e assemelham-se em muitos dos sintomas: diarreias, perdas de peso, inchaço e dor abdominal. Mas na verdade, apesar de partilharem alguma

 

12 de Julho, 2018

Do fracasso

Vera Gomes

failure-edited.jpg

 

É impossível viver sem fracassar em alguma coisa, a menos que vivamos de forma tão circunspecta ao ponto de não termos vivido uma vida plena, e nesse caso, fracassamos por omissão. 

(...)

O fracasso ensinou-me coisas acerca de mim própria, que eu nunca poderia ter aprendido de outra maneira. Descobri que tinha uma forte vontade e mais disciplina do que eu imaginava; descobri também que tinha amigos cujo valor era verdadeiramente acima do preço de um rubi. 

 

in Uma Vida Muito Boa, J.K. Rowling

11 de Julho, 2018

"Nem alhos nem nada! Não meti ISTO...no cu!"

Vera Gomes

gajo d'alfama.png

 

É provavelmente um segmentos que mais gosto dos Gato Fedorento. Sempre admirei o Ricardo Araújo Pereira nos papeis que teve, e nas rúbricas que manteve na Rádio Comercial. Mas devo confessar, o Gajo de Alfama é aquele que deu piadas sem fim desde que fui diagnosticada. Como eu não não posso dizer ""Nem alhos nem nada! Não meti ISTO...no cu!" porque infelizmente com tanta colonoscopia e exames já muita coisa entrou no cuzinho, fiquei sempre com aquela do "eh pá muito bem Senhor General... eu estive na Guiné!". E de facto , não estive no Ultramar, mas eu mesmo sem fitas, andei a dar o corpo às balas à pala da Colite. 

Este segmento dos Gato continua a ser referência entre conversas com alguns amigos. Sobretudo quando perguntam: então, como estás? E eu respondo: "Eh pá! muito bem, Senhor General... eu estive na Guiné".

 

 

Quem se lembra? Qual a personagem preferida que se lembram dos Gato Fedorento e do Ricardo Araújo Pereira?

 

10 de Julho, 2018

Porque é que os meus dias começam às 6 da manhã?

Vera Gomes

IMG_20180710_064246.jpg

 

 

Os meus dias começam às 6 da matina. Sim, seis da matina. Há já umas largas semanas (meses já!) que de segunda a sexta tiro o cu da cama (sabe-se lá como), despejo a bexiga (e algo mais), lavo os dentes e estico um colchão de fitness no chão. De segunda à sexta, às 6h10 sento-me no colchão ligo a app e começo a minha sessão de 30 minutos de Yoga. Se gosto de sair da cama às seis da manhã? Ai podem ter a certeza que não. Mas... como ganhei uma nova amiga é a melhor forma que tenho neste momento de aliviar as dores que me acompanham e ficar funcional para um dia de trabalho pela frente: esticando o esqueleto e mexendo o corpinho. 

 

Depois do yoga, banho, acordar o Mais que Tudo (que isto é sim super díficil - rai's parta o homem!) e levar o cão à rua. O meu dia começa com meia hora de yoga e quase