Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

19 de Fevereiro, 2018

Como sobreviver a uma ressonância magnética?

Vera Gomes

MRI.png

 

Quantos de nós não ouve as palavras "ressonância magnética" e começa a ter calafrios com a idia de estar enfiado numa máquina sem se mexer e com barulhos ensurcedores? 

Pois bem, depois de mais uma cheguei à conclusão que é possível passar meia hora agradavél dentro da máquina. E tenho 3 possíveis opções para partilhar convosco:

 

1) Tecno Party 

Com todos aqueles diferentes ruídos é como se estivessemos numa after party tecno. Manhoso, mas é tecno!É fechar os olhitos e mentalmente bater o pézinho, pegar no botão de emergência e rodá-lo no ar como se fosse um bastão luminoso e mexer o dedo mindinho como se estivesses a dançar sem que ninguém estivesse a ver. 

 

2) Beatbox

A sério! Juro que se tivesse talento para beatbox ou rap nao deixaria escapar a oportunidade de ter um acompanhamento tão eclético. E claro, como os ons e os ritmos vão variando, acho que seria uma excelente oportunidade para desenvolver capacidade de improviso. 

 

3) Dormir

Confesso, eu durmo em qualquer lado. Com aqueles auscultadores enfiados nos ouvidos, a respiração a acalmar, fechar os olhinhos e imaginar a tranquilidade do lar, se demorassem mais 30 segundos a tirarem-me lá de dentro, e já eu teria batido uma bela soneca. 

 

 

Para quem já passou pela experiência, quais as vossas técnicas para sobreviverem a uma ressonância magnética?

 

15 de Fevereiro, 2018

Animais de estimação nos restaurantes: sim ou não?

Vera Gomes

treino canino.JPG

 No fim de semana que passou vi a tenda montada nas redes sociais por causa de uma lei que foi aprovada em Portugal que permite que os animais de companhia, a partir de maio, acompanhem os donos a estabelecimentos comerciais devidamente sinalizados e que podem fixar uma lotação máxima. Uns a bater palmas, outros a dizer que isto é uma vergonha o horror e a tragédia. 

 

Como orgulhosa tutora de um cão não posso deixar de tecer, igualmente a minha opinião sobre o assunto. Afinal, alguém me disse um dia que as opiniões são como as vaginas, e quem quiser dar, dá!

 

Ora, eu vivo em Bruxelas (como é dito e sabido) e a lei que aprovaram na semana passada em Portugal já existe por estas bandas há muuuuito tempo. Há espaços comerciais (incluindo restaurantes e bares) que permitem a entrada de cães, há outros que não. qual é para mim a maior diferença entre Bélgica e Portugal?

 

 

14 de Fevereiro, 2018

Como tornar as tardes frias em algo bem mais agradável?

Vera Gomes

Tal com em Portugal, o frio em Bruxelas tem estado no seu melhor. Apesar de termos dias mais solarengos do que é habitual, certo é que as tardes de Domingo têm sido passadas no conforto do lar e em modo descanso. 

 

Contudo, no Domingo que passou recebemos um amigo para um chá, nao das cinco, mas das quatro, que lançou um desafio: chá às 4h, que ter para trincar? Eu não tolero

 

13 de Fevereiro, 2018

Como dizer adeus a uma boa noite de sono?

Vera Gomes

images.jpg

 

Umas 4 da manhã. A certa altura acordei com um abanão. Acordei atarantada, pois claro, que eu estava a dormir no meu mais profundo sono, feliz e contente e no aconchego da cama. Perguntei: mas porque me acordaste? E a resposta foi igualmente espatafúrdia: Para ver se eras tu ou se era o cão. A minha reacçao foi mais ou menos esta: 

Depois lá continuou feliz e contente a dormir e eu a olhar para o tecto com dificuldade em voltar a adormecer. Claro, e como é habitual, de manhã não se lembrava de nada.... 

12 de Fevereiro, 2018

Sindrome Instestino Irritavel vs Doença Inflamatória do Intestino: o duelo de titãs?

Vera Gomes

 

 

 

Por várias vezes vi comentários de pessoas com DOença Inflamatória do Intestino (Crohn ou Colite Ulcerosa ou outra que faça parte do rol das DII) que quase espancaram alguém que os aproximou e disse que tinha Sindrome de Intestino Irritavel (SII) e que por isso sabia "o que estás a passar". Confesso que eu própria, sobretudo quando passo por crises, já o pensei, embora tenha optado por um sorriso e silêncio. Simplesmente porque todos temos as nossas dores e todos as sentimentos de forma diferente. qualquer problema de saúde tem um impacto na vida das pessoas. Não é um caso de um ser mais grave do que outro, mas de perceber que para aquela pessoa, aquela condiçao teve um impacto grande. É melhor ou pior ter SIndrome do Intestinto Irritavel (SII) do que uma das Doenças Inflamatórias do Intestino (DII)? Eh pá: sinceramente não sei. Venha o diabo e escolha! O ideal seria mesmo mesmo que não houvesse nenhuma das duas! 

 

É certo que ambas patologias se tocam em algumas coisas: ambas afectam o sistema digestivo, alguns sintomas como a diarreia, dores abdmoninais e inhaço são comuns. Contudo, é precisar não confundir uma e outra até porque cada uma afecta o organismo de forma diferente e os tratamentos necessários são igualmente diferentes. Quais são as diferenças? Bom, vou dar alguns exemplos: