Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

31 de Janeiro, 2018

A Terra das 1001 noites - parte II

Vera Gomes

 

 

Todos a quem dizia que ia à Jordânia, torciam o nariz, mostravam-se preocupados para não dizer em pânico, por causa  da segurança. Na verdade, a agência belga a quem contactamos deixou de comercializar viagens para a Jordânia porque segundo eles, a Bélgica não recomenda a deslocação de nacionais para lá. 

 

Resolvi consultar o site de Portugal e do Reino Unido para viajantes e perceber melhor quais os avisos de segurança que tinham: manter-se afastados da fronteira da Síria pelo menos 6kms e não visitar campos de refugiados por iniciativa própria. Ora, nem uma coisa nem outra estava nos planos. De facto, achei Jordânia um país bastante seguro e mesmo como mulher não senti qualquer tipo de olhar mais desrespeitoso. 

 

Por causa da maravilha que é a minha tripa e por não sermos viajantes muito experientes para sitios fora da Europa, resolvemos que o mais seguro seria ter uma agência que nos ajudasse a fazer a viagem. Meus caros, aprendi uma lição para a vida! Uma agência na Europa cobra couro e cabelo por uma viagem deste tipo. Ainda por cima o plano

 

30 de Janeiro, 2018

Por terras de 1001 noites - Parte I

Vera Gomes

Há bastante tempo que andei a adiar a escrever sobre uma das viagens mais inesquecíveis que fiz em 2017: Jordânia. Bom, também fui a Israel na mesma viagens, mas foi Jordânia que me conquistou de uma forma arrebatadora. As pessoas, os lugares, a história, ou talvez aquele misticismo das mil e uma noites. 

 

Foi um circuito de 9 dias em que visitamos os pontos de maior interesse: Jerash, Petra, Dana, Wadi Rum, Aqaba. Claro que também foi incluindo outros pontos, mas estes são para mim aqueles que é obrigatório ver. 

 

  • Jerash

É uma cidade de mais de três mil anos de história, localizada no norte da Jordânia, não muito longe de Amã. As ruínas

 

29 de Janeiro, 2018

Porque é que não bebo café

Vera Gomes

 

Não sei porquê eu e o café nunca tivemos uma relação muito próxima. Mantemos relações diplomáticas com uma certa distância. Gosto do cheiro mas não o bebo. Aliás... bebi, em circunstâncias muito especiais que não se voltaram a repetir. 

 

Basicamente bebi café em dois ou três momentos da minha vida, associados a um período em que andava a trabalhar imenso e a dormir pouco. Naqueles dias em que precisava d euma dose extra, lá enfiava um expresso pela goela abaixo. O resultado era maravilhoso e o National Geographic poderia fazer um episódio da vida selvagem à pala disso. Para terem uma ideia, durante um período da minha adolescência nem coca-cola podia beber por ficar

 

24 de Janeiro, 2018

Nano, a besta canina que derrete corações... e não só!

Vera Gomes

 

IMG_20180122_181915.jpg

 

A nossa vida cá por casa mudou completamente no dia em que decidimos que seria uma excelente ideia adoptar um cão. Assim entrou nas nossas vidas o Nano, uma doçura e fofura de cachorrinho que encheu os nossos olhitos e coração. 

 

Eis que o Nano começou a crescer. Está prestes a fazer 6 meses epesa 18kgs. Uma besta genialmente treinada que consegue fazer derreter um glaciar. Continua a encher os nossos olhitos e o nosso coraçao. (Não pensem que por ter crescido iremos abandoná-lo porque isso nem sequer passa pelo nosso neurónio.) O certo é que além de

 

23 de Janeiro, 2018

Antes de tomar decisões, leia isto!

Vera Gomes

320x.jpg

 

Com tanta merda a circular na internet, com tanta treta que tentam impingir como sendo algo verdadeiramente "milagroso" e ao nivel do Super Pop que limpa tudo desde gordura nos pratos a nodoas na roupa, este é obrigatório ler antes para tomar decisões informadas. 

 

Mas existem mais! Aqui conseguem encontrar uma série de livros, escritos em português, do Carlos Fiolhais e o David Marçal. Ambos homens da ciência com um dom de explicar coisas complexas de forma simples. Desfazem mitos, explicam porque é que existem coisas que são treta. Um verdadeiro servico público!

22 de Janeiro, 2018

Juntos vamos mudar mundos?

Vera Gomes

issoeparaosloucos.jpg

Quando li esta frase (que nem sequer sei se de facto foi o Steve Jobs que a disse) guardei-a. Guardei-a como um lema de vida para não me esquecer que a mudança começa em nós e por nós. Alguém tem que dar o primeiro passo e ousar. Não sei se irei conseguir mudar o mundo, provavelmente não. Mas talvez consiga mudar o mundo de alguém. E isso já é muito.

 

Foi por isso num acto de loucura de iniciar a mudança, que arrastei a Ângela para a nossa loucura do ano: uma petição para conseguir uns minutos de discussão na Assembleia da República sobre 3 pontos que poderão fazer a diferença para quem sobre de Crohn ou Colite Ulcerosa em Portugal:

 

  1. cartão de acesso ao WC;
  2. isenção taxas moderadoras
  3. inclusão na lista de doenças incapacitantes

 

São três aspectos que, por insignificantes que pareçam, terão um enorme impacto no dia a dia de muito doente: ficar perto da família quando por motivos profissionais têm que ser deslocados; conseguir acesso ao wc quando vão na rua e têm uma "emergência" e um impacto nos recursos financeiros que têm disponíveis mensalmente depois de tanta consulta e exame médico que têm que fazer regularmente.

 

Nao consigo mudar o mundo. Mas com a vossa ajuda conseguimos mudar o mundo de muita gente. Basta lerem e assinarem a petição (aqui), com nome completo e número de cartão de cidadão. Se quiserem ir um bocadinho mais longe, partilhem com os vossos contactos. Juntos, podemos mudar mundos! :)

 

Pág. 1/4