Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

21 de Junho, 2017

Há coisas que nunca mudam...

Vera Gomes

Entreguei a minha cleração de IRS em Portugal dentro do prazo e com toda a informação que tinha disponível. Para variar, e pelo terceiro ano consecutivo, os serviços tributários pediram esclarecimentos que prontamente forneci. O pedido chegou no dia 10 e eu respondi via plataforma no dia 11. De Maio!. Entretanto, como não obtinha resposta, telefonei há duas semanas para saber se havia algum problema. Ai e tal, há falta de pessoal, somos só dois para lidar com questões relacionadas com IRS e temos estado sempre ao balcão, não conseguimos dar resposta aos pedidos de informação que fazemos.

 

Hoje é dia 21 de de Junho. Acabei de consultar a minha conta no site dos Serviços Tributários. Nada. Tudo na mesma. Não faço ideia se a informaçao que prestei é suficiente, se têm mais perguntas ou se está tudo bem.Mas vou recebndo emails a dizer que têm uns bens penhorados para vender, ou que irá ter lugar mais um magnifico sorteio do e-factura e que posso ganhar um carro. O que eu queria mesmo é que os serviços funcionassem em tempo útil. Que analisem atempadamente e num prazo razoável (por exemplo nos mesmos prazos que dao aos cidadão para repsosta) a informaçao que pedem. Será pedir muito?

 

E sim, é suposto eu receber um reembolso. Suposto. Porque por este andar ainda vai prescrever por inacçã dos serviços de finanças....