Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

12 de Janeiro, 2017

A patente que Portugal deixou escapar!

Vera Gomes

bacalhau-2.jpg

Uma das vantagens de trabalhar num ambiente multicultural, é que tanto posso almoçar com um italiano, como um francês, como um espanhol. Hoje almocei com um norueguês. A conversa às páginas tantas, chegou a bacalhau. Impossível não me lembrar de imediato dos anúncios publicitários do bacalhau da Noruega e afins. Explicava-me o meu colega que na Noruega comem muito bacalhau fresco e que em Fevereiro abre-se as hostilidades ao consumo do bacalhau.

 

Enquanto ele me explicava tudo e mais alguma coisa sobre o bacalhau (entretanto descobri que ele adora pescar e que trouxe parte do equipamento dele para Bruxelas), na minha cabeça fez-se luz!

 

Em Portugal consumimos bacalhau salgado. Seco e salgado. Depois água e pufff: dass o milagre! Os astronautas também levam comida sem água para o espaço. Logo, os tugas foram os primeiros a usar essa técnica muito antes do Homem se lançar na aventura espacial. Bolas! Deveriamos ter a patente!!!!