Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Melhor parte do dia

Chegar a casa, vestir o pijama, calçar as pantufas, sentar-me no sofa com manta que a mama me ofereceu há uns anos, a minha chávena de chá, o meu livros, musiquinha boa de fundo e.... relaxar!

 

Nem aqui me safei!

Ontem a campainha arrancou-me da cama. Estranhei, porque normalmente, os meus amigos ligam-me antes de passarem lá por casa para se certificarem que estou. Mas ontem não recebi nenhuma mensagem nem telefonema e a campainha estava a tocar.

 

Levantei-me um bocado contrariada para ver que tinha à porta o que parecia serem duas pessoas. Estavam tão coladas à campainha, que nem dava para perceber pelo visor o rosto delas. Peguei no auscultador e disse um sonoro "yes?!". Recebi resposta em Português. E eis que a paródia começou. Em português, começaram a dizer que tinham um convite para me entregar, se lhes podia abrir a porta. Como disse que não e insisti para se identificarem, continuaram a conversa. Um convite para a festa da morte de Jesus Cristo. Retorqui que nao estava interessada. Entre as remelas que ainda habitavam no canto dos meus olhos, fez-se luz: Testemunhas de Jeová! Há Testemunhas de Jeová portuguesas em Bruxelas que devem andar a correr os prédios a tentar encontrar nomes portugueses nas campainhas para abordarem e encontrarem convites.

 

Mais uma vez respondi que nao estava interessada, obrigada. Mas perante a insistência a roçar o abuso, saltou-me a pouca paciência de quem foi arrancada da cama pela campainha num Domingo de manhã cinzento e chuvoso e saiu-me um sonoro: "Deixe na caixa de correio, leve consigo, não quero saber! Agora desampare-me a loja!".

 

Mais tarde no decorrer do dia, e já com o cérebro a funcionar, lembrei-me que em Lisboa também costumava sair da cama ao Domingo com Testemunhas de Jeová a divulgarem a palavra. E como começam a trabalhar cedo...! Um dia perdi a paciência. Não sou pessoa que gosta de repetir o mesmo muitas vezes. Por isso, abri a porta com a faca do pão na mão e vocirei um sonoro "algum problema?!". Remédio santo: a faca do pão apesar de "inofensiva" assusta pelo tamanho e eu pude finalmente começar a ter manhãs domingueiras sossegadas. Nunca pensei é que me encontrassem aqui....

Sabes que estás a ressacar por sol e tempo ameno quando...

... acordas de manhã, vês que a temperatura máxima para o dia será, na melhor das hipóteses, 9 graus, mas mesmo assim, e só porque está sol, queres mesmo é vestir aquele vestido de primaveril.

Depois resignas-te, calças uma meia calça de cacherima, vestes um vestido mais quente, calças botas de cano alto, metes uma encharpe, vestes o blusão de Inverno daqueles que ficas quase idêntica ao bonequinho da Michelin, rezas para que não congeles na rua e, só para dar aquele toque de Verão que desesperadamente precisas, metes os óculos de sol na fronha.

 

7bb52b7d63ae7ce6f4d750e4b327c538.jpg

 

Um amigo a tentar "animar-me" pelas mazelas que aparecem ao longo dos anos.

"A idade traz essas merdas mas em contrapartida tem outras coisas melhores:

A relação sexual demora mais tempo (por causa do despir e vestir, deitar na cama, mudar de posição, levantar… claro!);

É mais intensa (ter um orgasmo com dores nos rins, nas costas, nos joelhos… é do best!);

Saboreias muito mais o momento (por ser mais raro, como é óbvio!)

E por aí em diante…"

 

 

Rosa, este é para si

Não dá para perceber muito bem os pormenores, mas na primeira optei por um colar tcharan e uma mala de mao em tons de verde e azul.

Na segunda um cinto fino e nada de acessórios.

Além disso, estava de férias. Já ter trocado so ténis e os calções por um vestido foi um "tinha que ser".

 

SAM_4250.JPG

SAM_3783.JPG

 (suspiro... foi a última vez que estive num sitio onde dava para andar de vestidos, calções e afins sem casacos, nem meias... ai as saudades!)

Pág. 1/2