Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

12 de Dezembro, 2012

O fim do mundo está perto

Vera Gomes

Bom, tendo em conta que o mundo vai acabar, e tendo em conta acontecimentos recentes, achei por bem deixar um registo pelo menos, da minha última vontade, que ainda não sei muito bem quem irá certificar-se que irá cumprir, mas quiçá, seja o Nibiru que aí vem.

 

Assim, quero desde já expressar que não desejo velório. Mortos em exposição não é coisa que me apraz. E depois os velórios têm sempre alcoviteiras de serviço, pessoas que gostam implicitamente e a maior parte das vezes inconscientemente provocar dor naqueles que são próximos ao falecido. 

 

Outra coisa que dispenso, e perdoe-me a economia local e as floristas, são as flores. Os mortos não vêm nem cheiram as flores, nem precisam de enfeites florais em cima já que não são bibelôs. 

 

E certamente que até ao fim do mundo efectivo me lembrarei de mais coisas...

 

 

 

 

12 de Dezembro, 2012

Dias...

Vera Gomes

Dizem que o fim do mundo acaba lá para dia 21 de Dezembro. Teorias que andam por aí, sem nexo. Contudo, nestas últimas semanas, sinto que o mundo tem morrido um bocadinho tendo em conta o número de mortes que se vai ouvindo falar. 

 

Ontem foi o funeral de um familiar meu. Seis anos depois da morte de uma familiar próxima. E custa. Não há palavras que façam sentir melhor nestas alturas nem pragmatismo que diminua o sofrimento. Dói ver pessoas próximas a partirem, mas fica a recordações de olhos grandes e brilhantes a sorrir e a vivacidade que tinham. 

 

A vida continua e a morte faz parte. Infelizmente. Mas certo é que todos iremos morrer e que "a saúde é um estado transitório que não agoira nada de bom".

 

Obrigada  aos poucos que souberam e me tentaram animar. Obrigada aos meus amigos. E obrigada por existirem na minha vida. Posso não telefonar todas as semanas, mas gosto muito de vocês.