Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

19 de Setembro, 2007

Considerações...

Vera Gomes
Ainda não percebi porque motivo a carruagem bar do Alfa tem serviço de telemóvel para os passageiros que desejarem telefonarem para os entes queridos e afins, se mais de metade do percurso é feito sem se conseguir ter 30 segundos de rede consecutivos.
19 de Setembro, 2007

Viagem até ao Porto

Vera Gomes
Mais uma viagem de Alfa. No início até eram giras, divertidas e interessantes. Agora a paisagem é sempre a mesma, o comboio também. A única diferença é que há 3 anos demoravam 3h e qualquer coisa. Agora é 2h e qualquer coisa. Pelo menos até começarem as obras do TGV.
 
Mas a viagem de hoje teve um início interessante logo na estação. Fui abordada por uma família inteira de Espinho, com aquele verdadeiro sotaque tripeiro, impossível de não reconhecer. Queriam “xaber em que linha apanhabam o comvoio”. E enquanto eu lhes explicava que estavam na plataforma certa, ouviu-se um ruído de fundo, a que prontamente o Chefe de Família respondeu “Nunca na minha bida oubi semelhante peido.”
 
Palavras para quê? É o encanto tripeiro em Lisboa, carago!
(escrito no Alfa Pendular ontem ao final do dia)
16 de Setembro, 2007

Afinal, passeios a pé também são bons

Vera Gomes

Pois é: segundo consta há bicicletas na Expo. Mas para ser sincera só me lembro da as ver passar enquanto estava sentada na esplanada a bebericar a minha água natural e conversar sobre o futuro.

 

Claro que ainda não percebi muito bem porque é que aquele armário que ia numa bicicleta ia tão artilhado. Tipo cheio de cotoveleiras, joelheiras, capacete, apoio de costas... se ele não fosse tão grande, nem o conseguia ver!

15 de Setembro, 2007

Correntes & Amizades

Vera Gomes

Pois é... eu logo vi que não ia correr lá muito bem ser destaque do sapo.... As Escadinhas têm movimento, o que é sempre bom para limpar o pó. Mas também recebo comentários de estranhos que me enviam Correntes de Amizades.

 

Ora portanto, isto dava para um post muito longo, mas para estes leitores que não leram o arquivo e portanto não tiveram oportunidade de saber a minha opinião sobre o assunto, aqui fica uma sucinta explicitação:

 

1) Amizade pressupõe um certo relacionado, bilateral, de alguns meses, por vezes anos. Ora portanto, deixar um comentário num blog de um estranho, claramente não cumpre o requisito minimo. E amigos, não precisam de correntes para saberem que são amigos....

 

2) Correntes?! Se ainda fossem euritos ainda vá que não vá. Agora correntes?!

 

3) Pela quantidade de chain-letters que recebo e nao respondo (porque acho que é uma pura perca de tempo) eu já tenho 1001 doenças, fui raptada por extraterrestres, os meus desejos não se realizam, não tenho amigos, sou infeliz, parti um salto e tenho uma unha do dedo mindinho do pé encravada.

 

Portanto, por motivos assim assim, agradeço a todos a visita, agradeço a participação, mas correntes, não obrigada... Não levem a mal, mas sou eu que que já ando há muitos anos nestas coisas de internet's e já não há pachorra.

14 de Setembro, 2007

Bandidos! Corra que ainda os apanha!

Vera Gomes

Hoje fui ao Pingo Doce abastecer-me para o fim de semana. Lá tive que levar com o Senhor Fagundes e a Senhora Fagundes na caixa em plena discussão matrimonial, principalmente depois do Sr. Fagundes pegar num pacote de arroz e meter conversa com uma loira escultural que estava já a pagar. A Sr.ª Fagundes, mulher de imponente respeito e igual largura, é que não achou lá muita piada à tentativa frustada de engate do Sr. Fagundes (até porque a loira escultural era da Europa de Leste e não percebeu puto do que o velhote lhe disse) e começou ali a demonstrar para que serve a largura da sua caixa de ar procurando apoio femino na mulher mais próxima: EU.

 

Eu cá fiz que não era nada comigo e comecei a olhar para uns mini cactos, excelentes animais de estimação para mim (não sujam, não comem, não bebem, não largam pelo), com umas flores de várias cores lindissimos. Para continuar o meu disfarce acabei por comprar um com uma lindissima flor vermelha bem no topo.

 

Lá consegui desencavilhar-me daquilo tudo, chego a casa, distribuição de compras (se me tivesse atrasado 5 minutos ainda me cruzaria com o Gaspar), e eis que: Bandidos! Então não é o meu espanto quando reparo que a flor é artificil e colada, e mesmo bem colada, no topo do cacto?! Corra Sr. Guarda que ainda os apanha! 1,5€ por um cacto com uma flor artificial colada em cima!