Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

21 de Julho, 2007

O Bush, o Roto

Vera Gomes
Hoje li que o Bush fez uma colonoscopia. Eu também fiz. Ele fez com anestesia geral. Cobardolas! Nem com um tubinho aguenta! Eu também fiz esse exame, e mesmo sem qualquer tipo de experiência, não custou fazê-lo e ele que está habituado a que alguém faça as coisas por ele, quando viu que não podia delegar em ninguém: "ai coisa e tal, ponham-me a dormir". Roto, é o que é!
21 de Julho, 2007

A minha familia bate de longe os Simpsons

Vera Gomes
O meu avô foi sujeito a uma intervenção cirúrgica. E claro, a familia veio toda em peso. Não que sejamos muitos, mas lá veio a minha Tia de Londres, eu de Lisboa para acompanharmos os nossos familiares.

A operação correu muito bem. Melhor do que as nossas relações familiares. Senão vejamos:
- no dia a seguir à operação, o meu avô veio para casa, com a demanda de ir ao centro de saúde buscar uma receita. Demanda do Santo Graal, ora pois, porque não precisava nada e lá. Depois de o confrontarmos que medicamentos ele queria lá acabou por dizer que precisa de aspirina... Seguiu-se a saga do jantar, em que como ouviu um brojeço qualquer dizer que comia desta e daquela forma, quer que a minha avó cozinhe para ele da mesma forma, sem sequer nos ouvir quando dizemos que esse tipo de comida só lhe fará mal. Hoje de manhã, resolveu ir às compras... deve ser para todos lhe perguntarem porque lhe custa andar e ele dizer com aquele olhar vivaço de orgulho sem motivo que só ele sabe fazer que foi operado na quinta-feira ao final da tarde.

- A minha Tia e a minha mãe resolveram fazer uma surpresa aos meus avôs e compraram sofás novos. Claro que os sofás foram comprados e colocados na sala sem que os meus avôs soubessem, cortesia do Trio Odemira (moi même, mãe e tia). A ideia até foi porreira, a reacção da minha avó é que nem por isso. Depois de discussão entre mãe e filhas, lágrimas e fungares, as coisas lá acalmaram, porque afinal de contas o travesseiro é o melhor amigo. Claro que tudo isto teve consequências: tia stressadissima e tanto tia como mãe com antigas magoas a virem ao de cima. A mim coube-me a parte de mediadora de conflitos e ouvinte.

- Para cumulo, ontem o meu pai resolveu chegar a casa tardissimo. Claro que eu e a minha mãe o esperavamos para jantar, mas acabamos por fazê-lo sozinhas. Os meus aplos de calma e serenidade à minha mãe de nada valeram, porque ela mal o viu na rua, desatou aos berros, da varanda do 2º andar, a dar-lhe uma compustura por chegar a casa a tarde e sem avisar.

- Je resolveu ir à dentista. Depois de um belo raspanete e de uma tentativa de minorizar os estragos por ter as gengivas feitas num 8, não consegui jantar, doia-me a boca toda e ainda por cima nem as minhas adoradas farturas consegui comer!

Em jeito de conclusão, ontem tive a certeza que se a minha familia não existisse tinha de ser inventada!