Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

08 de Julho, 2007

Como bater com o nosso carro noutro sem estarmos dentro do carro

Vera Gomes
Esta poderia ser uma aula com muitas lições, mas na realidade, só hoje me apercebi do génio fantástico que sou porque consegui bater num outro carro com o meu carrito sem estar tocar sequer no meu carro. Há quem lhe chame telepatia, há quem lhe chame forças extrasensoriais, eu chamo-lhe um azar do Caralho!

Estava eu toda contente depois de um magnifico almoço numa esplanada junto ao mar (trato-me bem: comi pato com molho de frutos silvestres, nham nham), aproximei-me do meu carro, abri a porta e o FDP do vento arrancou-me as portas das minha mãozinhas de manteiga e foi embater no carro que estava estacionado ao lado do meu. Resumindo: lá deixei o meu contacto no vidro do carro, apesar de desejar com alguma veemência que ele voasse ou nem se apercebesse que ele estava lá. A verdade é que a tinta azul do meu carro no branco pouco imaculado do outro era impossível não ver, assim como a mossa que ficou na porta... Cheguei à conclusão que hoje em dia os carros são lingrinhas e não aguentam com nada.