Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

"amar é um verbo" e verbo implica acção

"Amar é um verbo. Demonstramos o nosso amor através de acções. E uma pessoa só se sente amada quando a outra lhe manifesta o seu amor com beijos, abraços, carícias e demonstrações de generosidade. Uma pessoa que ama procurará sempre o bem-estar físico e emocional da pessoa amada. E se é bem verdade que não só de pão vive o homem, também não pode sobreviver só de amor. Talvez por isso seja tão triste um apaixonado pobre. Por mais satisfatória que seja uma relação a nível emocional e sexual, a falta de dinheiro pode afectar e minar, pouco a pouco, até a maior paixão."

Tão Veloz Como o Desejo, Laura Esquivel

Livro interessante este que li já nem sei quando. Mas esta citação que reli hoje nem sei muito bem onde fez-me recordar momentos passados, onde "casa sem pão, todos ralham sem razão". A minha Mãe deve ter lido este livro, porque há uns anos que me diz que tenho de arranjar um namorado que possa sustentar-me.

Lombinhas, Radares & Lombonas

Vai uma pessoa ao Porto e quando volta encontra umas barbaridades no meio da rua a caminho do trabalho! Então não é que no meio da Avenida de Ceuta temos umas lombinhas, uns radares e umas Lombonas, que nos obrigam a ir a 10km à hora caso contrário lixamos o carro todo? Ok, eu sei que o objectivo é impedir os excessos de velocidade, mas isto é um exagero!

O Bush, o Roto

Hoje li que o Bush fez uma colonoscopia. Eu também fiz. Ele fez com anestesia geral. Cobardolas! Nem com um tubinho aguenta! Eu também fiz esse exame, e mesmo sem qualquer tipo de experiência, não custou fazê-lo e ele que está habituado a que alguém faça as coisas por ele, quando viu que não podia delegar em ninguém: "ai coisa e tal, ponham-me a dormir". Roto, é o que é!

A minha familia bate de longe os Simpsons

O meu avô foi sujeito a uma intervenção cirúrgica. E claro, a familia veio toda em peso. Não que sejamos muitos, mas lá veio a minha Tia de Londres, eu de Lisboa para acompanharmos os nossos familiares.

A operação correu muito bem. Melhor do que as nossas relações familiares. Senão vejamos:
- no dia a seguir à operação, o meu avô veio para casa, com a demanda de ir ao centro de saúde buscar uma receita. Demanda do Santo Graal, ora pois, porque não precisava nada e lá. Depois de o confrontarmos que medicamentos ele queria lá acabou por dizer que precisa de aspirina... Seguiu-se a saga do jantar, em que como ouviu um brojeço qualquer dizer que comia desta e daquela forma, quer que a minha avó cozinhe para ele da mesma forma, sem sequer nos ouvir quando dizemos que esse tipo de comida só lhe fará mal. Hoje de manhã, resolveu ir às compras... deve ser para todos lhe perguntarem porque lhe custa andar e ele dizer com aquele olhar vivaço de orgulho sem motivo que só ele sabe fazer que foi operado na quinta-feira ao final da tarde.

- A minha Tia e a minha mãe resolveram fazer uma surpresa aos meus avôs e compraram sofás novos. Claro que os sofás foram comprados e colocados na sala sem que os meus avôs soubessem, cortesia do Trio Odemira (moi même, mãe e tia). A ideia até foi porreira, a reacção da minha avó é que nem por isso. Depois de discussão entre mãe e filhas, lágrimas e fungares, as coisas lá acalmaram, porque afinal de contas o travesseiro é o melhor amigo. Claro que tudo isto teve consequências: tia stressadissima e tanto tia como mãe com antigas magoas a virem ao de cima. A mim coube-me a parte de mediadora de conflitos e ouvinte.

- Para cumulo, ontem o meu pai resolveu chegar a casa tardissimo. Claro que eu e a minha mãe o esperavamos para jantar, mas acabamos por fazê-lo sozinhas. Os meus aplos de calma e serenidade à minha mãe de nada valeram, porque ela mal o viu na rua, desatou aos berros, da varanda do 2º andar, a dar-lhe uma compustura por chegar a casa a tarde e sem avisar.

- Je resolveu ir à dentista. Depois de um belo raspanete e de uma tentativa de minorizar os estragos por ter as gengivas feitas num 8, não consegui jantar, doia-me a boca toda e ainda por cima nem as minhas adoradas farturas consegui comer!

Em jeito de conclusão, ontem tive a certeza que se a minha familia não existisse tinha de ser inventada!

Casamento

É sem sombra de dúvida a melhor definição que li até hoje:

"O casamento funciona como um “emprego” que permite pagar ao fim do mês o infantário, a empregada, as prestações do carro e, enfim, o acesso a um sono tranquilo."

Sou uma Ursa Guerreira!

Mandaram-me um link para ver o tipo de animal que sou. E eis que sou uma...Ursa!

"Você é urso guerreiro!
O urso é o símbolo da tradição, da ancestralidade. Este animal carrega sempre consigo os valores aprendidos dentro de casa, no ambiente familiar. Você é dócil, mas pode tornar-se muito agressivo ao sentir-se ameaçado. É o extinto incontrolável. Os ursos costumam guardar seus sentimentos e têm momentos de explosão para extravasar toda sua raiva. Ao ficar nervoso, às vezes, perde a razão. O equilíbrio só é restabelecido na hibernação. Por isso, é muito importante você reservar um tempo para introspecção e meditação."

E esta hein?

Quando as nossas palavras não chegam, usamos as dos outros

As palavras que li nos outros que melhor me caracterizam.

"Porque eu sou como eu sou.
Um dia quero e no seguinte nem sequer consigo pensar nisso... tão depressa tenho certeza absoluta, como já não sei de nada.
Posso adaptar-me, mas mudar...
Gosto de me preocupar com toda a gente e ao mesmo tempo me estar nas tintas para o que pensam ou dizem.
Gosto de ser totalmente independente e ao mesmo tempo totalmente dependente do afecto, respeito e carinho.
Gosto de gostar e principalmente que gostem de mim. Não tolero que me desprezem, prefiro que me odeiem mas que sintam algo.
Preciso causar algo no que me rodeia, é isso que me alimenta.
Quero que gostem de mim e até talvez que me idolatrem, mas não suporto que me sufoquem.
Preciso que me desejem mas não consigo ser atacada no meu espaço e na minha privacidade.
That's me... Just.
Simplesmente."

Como fazer uma mala!

Vim passar o fim de semana fora. Fiz a mala rapidamente porque não tive tempo para mais. Conselho: nunca façam muita coisa ao mesmo tempo quando estão a organizar uma mala porque fica sempre alguma coisa a faltar. Por exemplo: chinelos, toalha e... Cuecas!

Pág. 1/2