Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

A descrição do meu café, por João Falcato

"Eu até vos podia falar de café…aquele café que nos faz sentir o sangue a saltar de excitação. Muita excitação…
Sabem aquele café que tão forte está que se excita a ele próprio?
Aquele café que depois de mexido a colher faz sexo com ela própria?
Esse mesmo!
Uma vez fizeram-me uma “coisa” dessas. E que “coisa”…
Valeu pelo aproveitar da vida, pois estive uma semana acordado. Uma semana inteirinha!...
Ainda me lembro das pulsações, dos batimentos cardíacos, da exaltação do coração, das tremuras das pernas…
Sabem aquele café que só de cheirar dá vontade de correr sem parar? Um gajo corre pelo mundo e mais mundos pede para percorrer porque o que existe lhe parece curto…
É desse café que eu falo!
Senti-me o Lucky Luke: mais rápido que a própria sombra. Eu disparava antes de pegar na pistola. Aquilo é que foi…
Dei por mim a partir em cima da mota e a chegar a casa primeiro que ela.
Nunca mais vou esquecer aquele café, nunca mais!...
Aquilo foi uma coisa do outro mundo, apesar de ter existido neste. Colheres de café dentro daquela chávena era mais que muitas. Houve necessidade de compactar o café para caber o açúcar e a água.
Parecia uma massa consistente, rígida, onde a colher não precisava de arreios, nem de estacas, nem tampouco de pregos para se segurar.
Tipo argamassa, estão a ver?
Agora imaginem o que aquela mistura faz ao mais comum dos mortais… Um gajo renasce! Eu renasci, renasci, renasci e renasci…acreditem!... Um verdadeiro viagra para o corpo humano, menos para onde deveria ir.
Eu fui, voltei, fui e tornei a voltar sem sair do mesmo sítio. Eu tenho a sensação de ter andado mais rápido que o tempo.
E tudo por causa de um “simples” (?) café…"


Escusado será dizer que nuncamais lhe fiz café...

BI (Des)aparecido

Há cerca de duas semanas que eu julgo que o meu BI desapareceu. E, ciente dos meus deveres como didadã, resolvi passar pela esquadra da PSP para dar conta da ocorrência: "Sr. Agente, perdi o meu BI não sei muito bem onde". Convém frisar o local, porque eles perguntam onde é que perdi o BI. Ora, se eu soubesse não o teira perdido, não é?
Depois de o Sr. Sub-Chefe preencher uma resma de papelada, e enquanto prepara a Declaração para que eu possa pedir um novo, eu vou procurando o cartão onde tenho os numeros da esquadra para confirmá-los. E eis que, assim de repente, descubro um novo compartimento no meu porta-moeda, e eis que assim... de repente, o meu BI aparece!!!!
Bandido! Passei quase duas semanas à procura dele e nada e decide aparecer quando estou na PSP a dizer que o perdi?!

Mini Maratona de Lisboa - Eu estive lá

É verdade! Para os incrédulos que achavam que eu não iria, que não chegaria ao fim, que iria desistir, aqui fica a prova: eu estive lá com o numero 23 649.


IM003367.JPG



Demorei duas horas a chegar à meta, ia morrendo quando entrei na ponte e a senti a abanar toda, tenho um pé com bolhas, mas estou rija que nem um pero pronta para outra! Claro que pelo caminho fui fazendo das minhas... Ao chegar à ponte vi esta bela Vespa (quem não sabe fica a saber que tenho uma paixão por estas Vespas antigas) e ainda hesitei em fazer a Mini nela.


 


IM003377.JPG



Depois de alguns quilometros e umas fotos na ponte que demonstram a ausência de talento fotográfico em minha pessoa, deparei-me com um dos pontos altos para os participantes masculinos: um show de dança oferecido por 3 piquenas, altas e espadaudas, em que a nota dominante era a ausência de tecido....


 


IM003386.JPG



 


De realçar também o papel importantissimo do INEM, da Cruz Vermelhas e de todos os que estavam lá a apoiar e ajudar os participantes. Também as forças de segurança estavam lá, calados e de braços cruzados, mas aderiram à loucura do meu cansaço para uma foto:


 


IM003387.JPG



 


Sr. Agente Nuno Soares, obrigada pela sua participação na minha reportagem fotográfica e se precisar de alguma coisa, disponha.


E de last, but not the least, ao fm de duas horas, a ambicionada meta!!!!


 


IM003393.JPG



 


Depois de 10 quilometros (acho que são 8 mas perguntaram-me se fiz batota porque são 10km. Não esotu convencida, mas ok), lá consegui sobreviver à febre da corrida à água e gelados (parecia que estava na Somália). Mais uma vez auto-surpreendi-me: consegu chegar ao fim, sem dores, bem disposta e como nova! Talvez para o ano participe novamente.

Aulas de defesa pessoal - episódio I

Hoje fiz a minha primeira aula de defesa pessoal. E tenho a dizer que aprendi várias coisas, entre as quais:
1 -aprendi a derrubar um homem sem ter de pegar nele ao colo
2 - aprendi que o estupor que fazia par comigo, se torna a levar caneleiras e a deixar-me as pernas cheias de nodoas negras, vai perceber porque precisa de aulas de defesa pessoal
3 - aprendi a partir braços também. ele berrou... mas graças a Deus que posso sempre fazer-me de estupida e vingar as minhas pernas no braço dele
4 - aprendi que se vou continuar a frequentar estas aulas tenho de comprar mais Hirodoid. Sempre que o gajo defendia um pontapé, era eu a contabilizar mais uma nódoa negra.
5 - aprendi que a distinguir caneleiras de esponja e as que não são só pela dor que provocam. até pensei que o gajo fosse futebolista, mas depois quando ele explicou que era chefe de segurança, percebi que é mesmo doido: até apareceu de quimono!
6 - aprendi que nem toda a gente percebe português: o instrutor dizia para fazer de uma maneira e ele fazia de outra e quem padecia era eu

Conclusão: O meu corpo será um mapa de impressões digitais da aula de hoje.

Raios partam o vizinho!

Tenho um vizinho. Velho. Até que é simpático. Mas acordar com ele às 8 da matina num Domingo podre de bebedo nas escadas, não dá com nada!Ok, o Velho é avançadex e vai curtir a noite! Mas sempre podia curtir a bebedeira dentro de casa dele. Será que ele nunca ouviu falar de Gurosan?!

Qualquer dia lixo-me...

Para variar, hoje cometi algumas infracções de trânsito. Mas quero aqui fazer desde já a menção que a culpa é de Deus que não me ouve, porque quando estava a fazer inversão de marcha numa rua para estacionar, em que calquei a linha continua, pensei "Deus queira que não esteja aqui nenhum policia" e assim que dei o pisca para estacionar vi um policia no multibanco do outro lado da rua.... Qualquer dia lixo-me a sério!

Isto sim é estudo científico

Um português escreveu um livro intitulado "o pénis - da masculinidade ao orgão masculino" e classificou o pénis em cinco categorias possíveis: micro; pequeno, normal; grande e mega. Ora, ainda bem que o autor fez um estudo "sob o ponto de vista estatistico, quase matemático, baseado em parametros muito bem definidos", caso contrário seria caso para pensar que haveria e Portugal maior bicha que o José Castelo Branco e o Paulo Portas.

Pág. 1/2