Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

13 de Março, 2006

Se me faz rir, merece estar aqui!

Vera Gomes
Na noite passada, fui convidado para uma reunião com "A MALTA".
Disse à minha mulher que estaria de volta pela meia-noite: - "Prometo!".
Mas as horas passaram rápido, o sangue já escasseava no meio do álcool e estava já a dar a volta às ideias.

Por volta de 3 da manhã, bêbado que nem um cacho, fui para casa. Mal entrei e fechei a porta, o cuco no hall disparou e "cantou" 3 vezes.

Rapidamente, percebendo que a minha mulher podia acordar, eu fiz "cu-cu" mais 9 vezes. Fiquei realmente orgulhoso de mim mesmo por ter uma ideia tão brilhante e rápida, mesmo com uma bebedeira de caixão à cova, para evitar um possível conflito com ela.

Na manhã seguinte, a minha mulher perguntou a que horas eu tinha chegado e eu disse-lhe que pela meia -noite. Ela não pareceu nem um pouquinho desconfiada. Ufa! Daquela eu tinha escapado!

Então, ela disse: - Nós precisamos de um novo relógio de cuco, amor...

Quando eu perguntei porquê, ela respondeu:
- Bom, esta noite o nosso relógio fez "cu-cu" 3 vezes e depois disse ".....dassssse!" Fez "cu-cu" mais 4 vezes, pigarreou, cantou mais 3 vezes, riu, cantou mais 2 vezes...Depois tropeçou no gato, disse "merda!" e peidou-se!...
13 de Março, 2006

Rudolfo, a Rena do Pai Natal

Vera Gomes
Hoje de manhã acordei cedo. O telele ainda nem tinha tocado. Acordei bem disposta, risonha, com os meus dois gatos muito mimosos a darem-me mimo. Assim de repente, não me lembrava de melhor forma de acordar sozinha. Sentia-me cheia de energia e resolvi levantar-me. Fiz xixi, liguei a tv, música como sempre. Liguei o portátil como faço todos os dias, fui buscar um iogurte e sentei-me a espancar umas velhotas (jogo online - www.thecrims.com) enquanto o e-mail abria. Depois deste ritual sagrado, fui ao banho. Despi-me, e eis que quando olho para o espelho enquanto prendi-a o cabelo deparo-me com algo brutal. O nariz vermelho, tal e qual o Rudolfo! Não sabia se havia de chorar ou de rir. Só pensava "isto tem de desaparecer até amanhã. Não posso chegar à RTP com o nariz neste estado." Os meus olhos desceram um pouco mais no horizonte. Braços: bronzeado à camionista!!!!! "Só a mim" pensei eu! Ontem resolvi almoçar na minha esplanada enquanto me preparava para as gravações amanhã. Um solinho magnifico. Quente e aconchegante. Resultado verificado hoje de manhã: nariz à Rudolfo, a rena do Pai Natal e braços à camionista.