Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

2 mitos recorrentes nas Doença Inflamatória do Intestino

 

Biológicosvsbiosimilares.png

 

 

Todos nós, que vivemos com uma das Doenças Inflamatórias do Intestino (quer Crohn quer Colite Ulcerosa), que são doenças complexas, incompreendidas pela população em geral e ainda um mistério médico naquilo que é a razão do seu aparecimento. É por isso normal ver com frequência algums "mal entendidos" sobre as mesmas.

Já escrevei sobre alguns mitos, mal entendidosteoriasafins em vários posts aqui no blog. Contudo, neste post, tentarei dismistificar alguns relacionado com o sistema imunitário. Acreditem que a lista poderia ser muito maior. Mas Roma e Pavia não se fez num dia, por isso, comecemos pelo básico:

  

 

1) Baixa imunidade

Um doente com uma DII não tem baixa imunidade a não ser que esteja a tomar imunossupressores ou imunomodeladores (podem ler aqui e aqui mais sobre este tipo de medicação). Na realidade uma Doença Inflamatória do Intestino é uma reacção exarcebada do sistema imunitário. Em grosso modo, ele funciona, mas funciona mais do que suposto em determinadas partes do corpo, neste caso o intestino, e provoca inflamação onde não deveria existir. 

 

2) Tens que reforçar o sistema imunitário

Vejamos, o sistema imunitário de um portador de DII funciona e está lá. É digamos hiperactivo. Queremos mesmo torná-lo ainda mais forte? Imaginem uma criança ou um adulto hiperactivo: dão-lhe café para o tornar mais activo? É essa a razão de alguns doentes tomarem imunossupressores, para diminuirem a força do sistema imunitário e torná-lo mais calmo e tranquilo e parar de andar a espingardar e a provocar inflamação sem razão (aparente) para isso. Medicação ou algas ou semelhantes para tornar o sistema imunitário mais forte, salvo casos muito especificios que não incluem DII, são totalmente desaconselhados por poderem "cortar" e interferir com o efeito da medição imunossupressora e imunomodeladora que os pacientes tomam. 

 

 

O facto de haver palavras juntas e estarem gramaticalmente correcta, nao significa que tenham significado. Dr. Google ou ler uns artigos na internet nao faz ninguém um especialista em doenças auto-imunes ou entendido na complexidade de uma doença tipo Crohn ou Colite. Por isso, meu amigos, tenham cuidado com tudo o que reluz, porque nem sempre é ouro. Se fosse assim tão fácil, certamente o tratamento já vos teria sido prescrito. O quadro clinico de cada um é único. O que é válido para um nao é válido para outro. Mesmo que tenham o mesmo diagnóstico. E com a Saúde não se brinca, não é?

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin