Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

Escadinhas do Quebra Costas

(con)Viver com Doenças Inflamatórias do Inflamatórias do Intestino. Aventuras, desventuras e muita galhofa! Que a rir custa menos e por isso "Sou feliz só por preguiça."

29 de Junho, 2011

Já agora agradece-se...

Vera Gomes

Ainda em fase de ressaca de regresso ao trabalho e com uma vontade enorme de voltar ao exotismo de Marraquexe, vou pondo as leituras noticiosas em dia. Entre politica e mediatismo, sem sombra de dúvida que a malta preocupa-se com um acidente rodoviário que ceifou a vida a já dias pessoas. Mais uma vez o jornalismo choca pela falta de qualidade e pelo excesso de informação pouco útil à sociedade. Refiro-me pois claro ao caso Angélico. Neste caso do actor/ modelo/ cantor (vitima pois claro da crise de adolescência uma vez que ainda nem se sabe muito bem qual a profissão dele) em larga escala noticiado por tudo quanto é meio de imprensa, o jornalismo pecou pela falta de sensibilidade (imagens do sofrimento alheio espalhados por tudo quanto é lado não me parece que seja jornalismo). Importa referir, que tendo em conta a faixa etária dos fãs do jovem entretanto falecido, seria deveras importante a comunicação social focar-se num pormenor muito importante: quem levava cinto de segurança (por sinal obrigatório em Portugal e não em Marrocos) safou-se com ferimentos ligeiros. Quem não levava cinto de segurança esses sim, vão agora "seguros" num caixão.

Há uns meses atrás foi noticiado a falta de campanhas de sensibilização para a segurança rodoviária. Tendo em conta que a comunicação social presta um serviço público, agradece-se que em vez de mostrarem o sofrimento alheio, aproveitem este caso e façam um jornalismo útil à sociedade na matéria de prevenção rodoviária. 

 

Por mera curiosidade.... sabemos que o acidente foi provocado pelo rebentamento de um pneu, que o carro não tinha seguro, e... a que velocidade seguia?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.