Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sabes que não vives o Verão no Sul da Europa quando...

 

Capture.JPG

 

 

 ... está um frio do caneco em pleno mês de Agosto, mas ainda assim as pessoas à tua volta vestem-se de sandálias, t-shirt e calções e ainda se queixam do calor que faz;

 

... mesmo com céu nublado, frio e ameaçar chuva a qualquer instante, te convidam para um churrasco ao ar livre;

 

... a noção de salada é... batata!

 

... as lojas fecham duas semanas para férias;

 

... as lojas que restam abertas fecham às 18h30 (no melhor dos cenários);

 

... 22 graus de previsão meteorológica é considerado "um dia espectacular de Verão!"

 

... sonhas diariamente com as férias em Setembro num sitio com temperaturas acima dos 25 graus.

Há uma primeira vez para tudo e nunca é tarde demais!

maxresdefault (1).jpg

 

 

 

No momento em que escrevo este post, sou eu que estou numa sala de espera. Para variar, quem vai fazer uma colonoscopia/ endoscopia é a minha mãe. Digam o que disserem: A melhor mãe de sempre! E é estranho. Em mais de 10 anos de Colite Ulcerosa e no maravilhoso mundo das Doenças Inflamatórias do Intestino, sou eu na sala de espera. 

 

 

Sempre sempre a somar pontos!

7a50fa85816d4f8d03fd68bf083b049a.jpg

 

É sabido que no Verão volto às aulas de uma língua estrangeira e nos últimos 2 anos tenho-me dedicado ao neerlandês (depois de refrescar o francês e o alemão). Masoquista, é o que se sou. Isto porque aulas de línguas no Verão significa curso intensivo. Ou seja: 3 semanas com 4h diárias (seguidas) de aula. Equivale a abrir a cabeça e enfiarem um nível directamente na massa cinzenta. Dói. Muito. Mas resulta. 

 

A primeira aula deste ano  começou logo em grande e passei 4h a rever gramática. Acreditem: colonoscopias sem anestesia ao lado de gramática neerlandesa é mel! E eu tenho muita experiência em colonoscopias, como sabem!

 

A segunda aula revelou todo o potencial que existe em mim e como se prevê que as próximas duas semanas e meia se desenrolem. Senão atentem ao brilharete desta menina: 

 

 

Músicas com história: para ouvir em modo repeat

raymond_bowman_robert_capa_1.jpg

 

 

Às vezes cruzo-me com músicas que me ficam no ouvido, que arrepiam a espinha e são tão deliciosas que é impossível esquecer. Taro dos Alt-J, uma banda inglesa, é uma delas.  Um colega de trabalho apresentou-me à música e explicou-me a história da mesma. Fiquei ainda mais rendida: fui ouvi-la pretsando mais atenção à letra, à musicalidade e pronto: completamente rendida à genialidade da letra e dos arranjos. 

 

 

Atire a primeira pedra quem nunca fez o mesmo!

download.jpg

 

 

Ontem ao final do dia e quando o calor o permitia, fomos levar o cão à rua, dar uma voltinha a pé. O cão areja a pevide e a malta desmói um bocado o facto de ter passado parte do dia em casa refugiados das temperaturas agrestes. Período de férias aliado a fim de semana, significa ruas desertas e um silêncio que parece que vivo numa vila do interior alentejano em vez de uma capital europeia. 

 

A certa altura comecei a sentir "aquela" cólica. Um silêncio para instrospecção e perceber o que aí viria. Mais uns passos e percebe-se que está tudo ok: é só ar. E por isso, afastei-me do Mais Que Tudo e do Nano e abri comporta

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin