Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não sejas a gazela!

Hoje é dia de treino para os 8kms no fim de Setembro (que só por milagre conseguirei corrê-los). 31 graus em Bruxelas que é equivalente a 40 em Lisboa. Toda a motivação é necessária e mesmo assim não sei se chegará...

 

Não faço ideia de quem seja o Eric Thomas. Mas hoje (e no dia 23 de Setembro) as palavras dele terão que estar beeeem vivinhas da silva na minha memória se este rabinho (sexy, claro) irá mexer-se e terminar o treino hoje, para terminar a corrida no fim de Setembro. 

 

Fica a transcripção do texto, à falta de legendas. 

"You heard me tell the story with the lion and the gazelle; you’re still stuck, you’re a gazelle. You are a gazelle – you need something to motivate you. What happens to the

Última hora!

Para quem me tem perguntado como vão as mudanças, hoje, pela primeira vez em duas semanas, consegui sentar-me 5m no sofá sem fazer puto!

 

IMG_20170825_173149.jpg

 O resto da casa é melhor nem mostrar, porque este ângulo é o único que não tem caixas, papéis, sacos e sei lá mais o quê que ainda não encontraram o seu legítimo sítio. 

Vais mudar de casa? Eis o que te espera!

b45c3960d141f1d8e281af4318a3fb63--moving-home-movi

Não o blog não vai mudar de endereço. Simplesmente resolvi abandonar o meu fofinho e adorado apartamento em Bruxelas dos últimos dois anos e mudar com o Mais que Tudo, de armas e bagagens, para outra casa. Neste momento a minha vida desenrola-se entre caixas (e mais caixas e mais caixas), aulas de holandês, treinos para os 8kms de Bruxelas e trabalho. Aquela ideia de "ai e tal vamos ter um Verão calminho coiso e tal", foi por água abaixo no momento em que num raio de espontaneidade decidimos mudar de casa. Posso, por isso, partilhar convosco algumas das pérolas de sabedoria que tenho vindo a acumular nas últimas semanas:

 

1) Têm muito mais tralha do que julgam ter. 

Acreditem: a p*** da tralha nasce! E como ainda tenho bem presente na memória a mudança de há dois anos, tornei-me numa pessoa mais racional no que diz respeito a "ai e

 

113km pela camisola que vestimos

unnamed.jpg

 

A Cláudia tem 43 anos, é docente no ensino superior, e foi diagnosticada com a doença de Crohn em 2002. Enquanto doente e cidadã, sente que é uma responsabilidade sua ajudar quem mais dificuldade tem. Lançou por isso um desafio à APDI, ao qual a direção da Associação respondeu de forma entusiástica.

 

No dia 3 de Setembro, a Cláudia vai fazer em Cascais uma prova de triatlo de meia distância (Ironman 70.3). Serão 1,9km a nado, 90km de bicicleta e 21,1km a correr! A Claúdia quer converter os 113km que vai percorrer nos 1130€ que assegurarão o aluguer do autocarro para os jovens portugueses portadores de DII irem ao Encontro Ibérico de Jovens portadores de DII!

 

Como ajudar?

Pretende-se angariar um valor mínimo de 1.130 euros até 11 de Setembro de 2017 através de uma campanha de crowdfunding. Para ajudar, basta ir aqui, fazer o vosso donativo. Caso o valor proposto seja angariado, receberao uma recompensa. Caso contrário, o valor da vossa contribuiçao ser-vos-à reembolsado.

 

O que é o Encontro Ibérico de Jovens?

O Encontro Ibérico de Jovens – A APDI este ano vai promover um Encontro Ibérico de Jovens, juntamente com a congénere espanhola ACCU (Asociación de Enfermos de Crohn y Colitis Ulcerosa). O Encontro destina-se a jovens dos dois países, com idades entre os 18 e os 30 anos, e que sejam portadores de DII. Cada participante poderá levar um acompanhante da mesma faixa etária. De 15 a 17 de Setembro de 2017, este grupo de jovens estará reunido em Valencia de Alcántara (Espanha) e poderá usufruir de inúmeras atividades e momentos de lazer, mas também de partilha de experiências e conhecimentos. Esta iniciativa é particularmente relevante por se destinar a jovens que, muitas das vezes, só recentemente tiveram um diagnóstico. É importante que o doente possa saber o que é a doença e ter conhecimento de todas as implicações do que é viver com DII, que possa receber apoio e compreensão de outros doentes com dificuldades semelhantes, e que adquira conhecimentos para superar essas mesmas dificuldades. É fundamental que estes jovens possam aprender a ser felizes com a DII!

 

O que é a DII? 

A doença inflamatória do intestino (DII) inclui a doença de Crohn e a colite ulcerosa. Ambas são doenças crónicas que tendem a alternar fases agudas e períodos de remissão. Enquanto a doença de Crohn pode afetar qualquer segmento do tubo digestivo, a colite ulcerosa afeta mais especificamente a mucosa que reveste o intestino grosso. Homens e mulheres são igualmente suscetíveis de ser portadores da doença. E apesar da DII poder ocorrer em qualquer idade, os primeiros sintomas surgem mais frequentemente em indivíduos com idades compreendidas entre os 15 e os 35 anos. De acordo com a Federação Europeia de Associações de DII (EFFCA) a DII pode afetar atualmente cerca de 5 milhões de pessoas em todo o mundo.

 

O que é a APDI

A Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, Colite Ulcerosa e Doença de Crohn foi fundada em 1994 e encontra-se reconhecida como Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) desde 2001. É uma associação de doentes para doentes, que visa sobretudo prestar aconselhamento e apoio a portadores de uma doença inflamatória do intestino, seus familiares e amigos; e melhorar o conhecimento da população em geral sobre esta doença. 

 

Lembras-te deste, João Falcato?

IMG_20170727_154825.jpg

 

Provavelmente não. Foi no último fim de semana de Fevereiro de 2016. Fui a Lisboa para tratar de assuntos relacionados com a casinha de bonecas. Tu e o Jorge Napoleão foram comigo ao Alegro em Alfragide. Missão: comprar algo que me servisse porque ia ter uma viagem de trabalho daqui a uns dias que requeria roupa mais formal e não tinha nada que me servisse. Prquê? Porque já há uns meses que a tripa andava a fazer das suas. Tinha perdido imenso peso e não andava propriamente na mó de cima. 

 

Enquanto provava um vestido verde escuro na Massimo Dutti, viste uns desenhos pendurados que gostaste. Sacaste do teu material e rapidamente rabiscaste o rosto que viste. Ofereceste-mo. Pu-lo na minha agenda. Talvez não saibas, mas em 2017, continuei a guarda-lo na agenda de 2017. Durante este tempo todo, carreguei o desenho na minha carteira, para todo o lado que fui. Hoje, finalmente, o desenho foi emoldurado, com a pompa e circunstância que merece. E sobretudo, com um sorriso de uma memória boa numa época tramada. 

 

Bem haja!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin