Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nano, o assassino implacável!

IMG_20180207_171226.jpg

 

Nano, a besta canina lá em casa, é um cão que tem energia para dar e vender. Estão a ver a produção energética do Alqueva? É para meninos ao lado dos kilowatts que este cão debita. Uma das estratégias para o entreter e fazer gastar toda a energia é dar-lhe brinquedos que ele possa roer à vontade e estar sossegadito. Uma espécie do que os pais fazem nos dias que correm com os putos e os tablets, se é que me estão a entender. 

 

Desde que mudou de dentição que os dentes estão assim mais para o robustos, sólidos e pugentes. O que nem sempre é bom para os brinquedos que normalmente acabam esfrangalhados e a sairem em modo "salpicar" nas fezes do animal durante uns dias. O grande desafio é acabarem esfrangalhados em literalmente menos de 5 minutos.... senão vejam!

 

 

O surpreendente mundo digital ou como um peixinho dourado está mais atento do que tu!

 

 

Todos os anos há um senhor que se dá ao trabalho de fazer uns indicadores giros sobre a revolução do "social media". Erik Qualman de seu nome já faz esta brincadeira há uns anos. E tem indicadores gírissimos! POr exemplo

- Há mais pessoas que têm um aparelho portátil do que escovas de dentes;

- 93% das decisões de compra são influenciadas pelos "social media"

- O período de atenção de uma pessoa são 7 segundos. O de um peixinho dourado.... 8!!!

 

Qual o indicador que vos chamou mais à atenção?

O que é nacional é bom: a loja para cães mais porreira de sempre!

IMG_20180127_144111.jpg

 

Há umas semanas cruzei-me num grupo de Facebook com uma tuga empreendedora. Um pojecto giríssimo direccionado aos nossos companheiros de 4 patas, com uma forte componente de responsabilidade social. Fui cuscar o site, achei piada a alguns produtos e como até precisava de comprar uma coleira nova para o Nano (que

 

Morreu Dolores O'Riordan

IMG_20170508_220444.jpg

8 de Maio de 2017. Bruxelas. A primeira (e última vez) que a verei ao vivo. E foi muito bom cantarolar os clássicos dos Cranberries que fizeram parte da minha adolescência.  2018 começa com um adeus mas há coisas que nunca se esquecem. 

 

Em Bruxelas, foi assim:

 

 

 

 

 

 

4 momentos "What the Fuck" em 2 semanas em Portugal

mafaldinha.jpg

 

Quem me foi seguindo nas redes sociais (sobretudo no Instagram) percebeu que andei por terras Lusas. Uma espécie de repouso mais que merecido que o corpinho andava a ressacar por descanso, sol e boa comida. E assim foi! Foram quase duas semanas em que a alma se encheu, a pele arrecadou vitamina D q.b., e coleccionei momentos "What the Fuck".

 

  • Primeiro momento "WTF"

Cheguei a Lisboa esganada de fome porque por causa do voo não almocei. Depois de me ter instalado, dirigi-me a um estabelecimento comercial, entrei e pedi: 2 croquetes e 1 carcaça, se faz favor. Diz-me o empregado: olhe que os croquetes são de espinafres. WTF?! Espinafres?! Mas desde quando fazemos croquetes de espinafres?! Croquete que é croquete é com carne, senhores! Anda uma pessoa aqui desejosa por comer croquetes dos bons e tirar a barriga de misérias e vêm-lhe com croquetes de espinafres?! Indignadíssima, é o que fiquei!

 

  • Segundo momento "WTF"

Pastéis de bacalhau recheados com queijo da serra. WTF?! Afinfem-çhe mas é no bacalhau e deixem o queijo da serra para outras andanças! E não me venham com a treta de que é inovação, ou nouvelle cuisinem que ainda levam com um rabo de bacalhau nas trombas!

 

  • Terceiro momento "WTF"

Nos primeiros dias em Portugal, ouvi um rol de queixumes sobre quão mau Portugal é, de quão incivilizadas as pessoas são, do quão maus são os transportes públicos, do quão esquisito tem estado o tempo, bla bla bla que em Bruxels é que é, bla bla bla que sorte eu tenho de estar na Europa central, bla bla bla. Meus caros, eu concordo que há sempre coisas para melhorar, ok? Agora, tendo este ponto ficado esclarecido vamos aos restantes: 1) Aqui ninguém cede lugar a grávidas, idosos ou deficientes nos transportes públicos. Nem tão pouco há filas prioritárias seja em que lugar for, ok? Entrei num autocarro da Carris e achei que tinha entrado numa limosine: limpo, sem cheirar mal, parecia novo apesar de ter mais de 10 anos. Experimentem um transporte publico aqui: foi limpo há uns 10 anos, cheira mal, tem buracos e frinchas que faz a malta gelar no Inverno, e uns meses depois de ter chegado cá, alguém tinha feito xixi na parte traseira do autocarro. Dentro do autocarro, ok? E o tempo?! E o tempo?! Aqui passam-se 2 e 3 meses sem se ver céu azul, sempre cinza e escuro. Levantas-te de noite, deitas-te de noite e durante o dia nunca chega a estar mesmo dia à séria. Portugal, seja em que sitio for, tem uma luz fantastica, um céu azul imenso e uma comida fabulosa!

 

  • Quarto momento "WTF"

"Os salários ba Bélgica é que é. Aqui em Portugal são uma merda." Normalmente só diz isto quem nunca foi a um supermercado belga. Sim, é verdade que os salários aqui são bem mais altos do que em Portugal, sem sombra de dúvida. É um dos motivos (mas não o único) pelos quais suporto a ausência de sol, a comida merdosa e o frio que me faz ter bronquiolites só de andar na rua no Inverno. Mas se querem os salários da Bélgica, levam também com o custo de vida: uma carcaça por exemplo, não se compra por menos de 0,50€. Um café? 2€ e é barato. Um chá? 3 a 5€, e não é pelo bule: é mesmo só por uma chavena. Uma sandes merdosa? Cerca de 5€. Uma posta de salmão quase microcóspica no supermercado não custa menos de 6€. Ganha-se bem na Bélgica? Sim. Mas também gasta-se muito só para ter o minimo indispensável para assegurar a sobrevivência humana. 

 

Resumindo e concluindo, Portugal é um paraíso à beira mar plantado. E como todos os outros sítios no mundo, tem coisas boas e coisas más. Antes de começarem a desejar a galinha do vizinho e os seus ovos, lembrem-se que a galinha também tem que comer, também caga, também tem que se limpar o poleiro. 

TAP: obrigadinha pelo teu serviço público

1_ghsS6XcszTfl9UTYGdYsSg.jpeg

 

Ando eu a ver preços para viagens a Portugal em 2018. Pelo menos até à Páscoa, até porque os preços são tão exorbitantes que tenho mesmo que marcar com muuuuita antecedência para conseguir preços, vá... mais razoáveis. 

 

Para meu grande espanto, para o primeiro fim de semana de Fevereiro a TAP não têm voos directos Bruxelas-Porto-Bruxelas. Ou temos que voar num voo operado pela Brussels Airlines ou ir a Lisboa, fazer escala, para depois seguir para o Porto. 

 

Neste momento e senão houver alteração nas próximas semanas, se quiser ir um fim de semana ao Porto tenho que ir numa sexta e voltar numa segunda porque só tenho voos directos de manhã e voar ou na Brussels Airlines ou na Ryanair (que se tem revelado tudo menos uma low cost). 

 

Bélgica tem uma gigantesca comunidade Portuguesa: em 2014 estavam registados 33.388  portugueses na Bélgica. Desses, cerca de 20 mil em Bruxelas apenas (registados, porque certamente haverão mais tugas por cá mas que ainda não se registaram registaram).  

 

Falta de negócio para as companhias aereas não é certamente. Porque em cima da comunidade portuguesa, ainda temos os expatriados todos que vivem por estas bandas e que são malucos por Portugal. E por Portugal incluo igualmente o Porto! Mas porque raio a companhia aérea portuguesa deixa de ter voos directos para o Porto? Que raio de estratégia é esta que deixa os emigrantes nas mãos draconianas de companhias aéreas estrangeiras, para ter mais voos Lisboa-Porto-Lisboa? Sobretudo quando é sobejamente conhecido que voos da TAP andam sempre atrasados, o que nem sequer dá garantias de se conseguir chegar ao Porto em tempo útil de se passar por lá um fim de semana com a família. 

 

TAP, bons aviões, boa tripulação, mas péssimo serviço público! 

O meu cão é uma arma extremamente perigosa

IMG_20171029_180007.jpg

 

O meu cão, Nano de seu nome, é uma potente arma mortifera.  Ainda não houve desgraças porque temos tentado o nosso melhor em educar e controlar o Hulk que há em si.  Neste momento,  partimos para o fiambre como técnica de controlo e educação do animal para que outros vivam. 

 

Não se deixem iludir pelas posições de dormir que deixam qualquer um desconcertado, ou pelas aquelas expressões que faria da Madrasta Má um anjo na terra.  Nano desenvolveu em concreto duas armas com imenso potencial bioquimico, a saber:

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin