Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não percam a oportunidade de os ver!

Uma das vantagens de viver numa cidade tão multicultural é que se vai conhecendo um pouco outras culturas. Desde que cá cheguei adicionais já à minha playlist grupos um pouco de todo o mundo. Um país que nunca conheci muito bem a nível musical era precisamente a Bélgica. Uma dessas descobertas foram os Hooverphonic. 

 

IMG_20170420_212429.jpg

Os Hooverphonic celebram este ano 20 anos de carreira. Já perdi a conta às mudanças de vocalista. Mas digo-vos:

 

Vai a Paris? Então não perca esta exposição!

Passei quase uma semana em Paris em trabalho. No intervalo de reuniões aproveitei para visitar algumas exposições, o Museu do Louvre e o Centro Pompidou. Já perdi a conta às vezes que fui a Paris, mas por uma razão ou outra, nunca tinha visitado o Louvre e o Pompidou. Contudo, este post é sobre a exposição que consegui ver numa escapadela de duas horas: Camille Pissarro. 

 

IMG_3465.JPG

 

 

Memórias de um fim de semana que passou

 

 

Gisela João veio mais uma vez a Bruxelas. Mais uma vez eu fui ver. Continuo a achar que Gisela João tem uma simplicidade magnética e põe uma emoção desconcertante quando canta. Tem voz de menina quando fala e um vozeirão quando canta que surpreende tudo e todos. Mais uma vez adorei o concerto. E caso Gisela volte a Bruxelas, eu voltarei também a sentar-me na plateia e a deixar-me encantar.

 

Affordable Art Fair: Affordable o tanas! (2/2)

Claro que tenho que dizer que no meio de tanta coisa que faz despoletar o "F***-se! Que m***a é esta?!" também havia coisas giras. Eu por exemplo perdi-me de amores por uma tela a óleo e desenho de um pintor sueco. Só não me perdi de amores pelo preço: 800euros.

 

IMG_20170218_162141.jpg

 

Também achei piada a uma série de fotografias com a Barbie em situações insólidas. Embora não levasse para casa, achei engraçada a ideia: pegar na barbie, colocá-la em contextos da vida real

 

Affordable Art Fair: affordable o tanas!

Todos os anos há três feiras de arte (pelo menos) em Bruxelas: a Contemporany Art Fair (que fui no ano passado e falei dela aqui e aqui); a Accessible Art Fair (que foi no meu aniversário por isso não fui) e a Affordable Art Fair (que foi no fim de semana passado e fui lá cuscar).

 

Encarem este post como um daqueles que se vê com os vestidos das senhoras depois da cerimónia dos Óscares. Porque a feira de Affordable teve pouco e o preço médio das coisas expostas rondavam entre os 1500€ e os 4000€. Como dira o Trump: Tremendous! Enourmous!

 

1) Uma pessoa mal entra no recinto, ávida por arte e coisas giras e que possa levar para casa e depara-se com isto:

 

 

 

 

4 cursos para acumular conhecimento em 2017

Quotefancy-20805-3840x2160.jpg

 

Existem vários sites online que oferecem cursos gratuitos. Da oferta que existe, eu costumo estar atenta a dois: o EdX e o FutureLearn. Porquê? Porque são comunidades online de universidades que oferecem mini-cursos. Não se assustem: não estamos a falar de cursos de meses! São cursos breves, que podem fazer ao vosso ritmo. Basta ter uma ligaçao à internet. As 4 sugestões que vos deixo são todas do EdX e basta clicar para acederem à página do curso. Podem fazê-lo no computador ou descarregar a app e fazer.... no caminho para o trabalho ou para casa? "ai e tal, consome dados". Nope. Porque podem fazer o dowload do curso para o vosso telemóvel!

 

The Science of Happiness

 

Personal Finance

 

How to Save a Life: Basic Life Support

 

Philosophy and Critical Thinking

Como a simplicidade consegue ser tão fabulosa!

IMG_20161121_202305.jpg

 

Katie Melua veio a Bruxelas apresentar o seu novo album: Winter. Não veio sozinha: veio com o Gori Women's Choir, um coral da sua terra natal na Geórgia. Meus amigos: o concerto foi de uma simplicidade brutal! Basicamente foi a Katie, o coro, o baixista/ viloncelista e o organista. Nada mais! A primeira parte foram as músicas todas no novo album, a segunda, já só com a presença esporádica do coro, o reportório mais antigo da cantora.  E foi b-r-u-t-a-l! Um dos melhores concertos que vi este ano, sem dúvida!

 

O novo album trouxe-o comigo e passei a manhã a ouvi-lo. Doce, melancólico, envolvente! Recomendo vivamente a que o ouçam. Entretanto, partilho convosco alguns dos vídeos que fiz. A qualidade não é grande coisa... mas foi o

 

Dali, ou a ausência de barreiras

IMG_0574.JPG

 

Andava há muito a adiar uma visita à exposição de Dali em Liège. Como boa tuga que sou, deixei para os últimos dias de exposição, mas lá fui ver. E meus amigos, Dali é aquele homem que tem tanto de esquizofrénico como de excêntrico. Agrada-me na sua obra a inexistência de limites, da noção de absurdo não existir e de basicamente fazer o que lhe dá na gana. Não deveriamos todos nós ter um pouco mais de Dali em nós?

 

Deixo-vos algumas imagens da exposição que falam por si. 

 

IMG_0608.JPG

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin