Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Terra das 1001 noites - parte II

 

 

Todos a quem dizia que ia à Jordânia, torciam o nariz, mostravam-se preocupados para não dizer em pânico, por causa  da segurança. Na verdade, a agência belga a quem contactamos deixou de comercializar viagens para a Jordânia porque segundo eles, a Bélgica não recomenda a deslocação de nacionais para lá. 

 

Resolvi consultar o site de Portugal e do Reino Unido para viajantes e perceber melhor quais os avisos de segurança que tinham: manter-se afastados da fronteira da Síria pelo menos 6kms e não visitar campos de refugiados por iniciativa própria. Ora, nem uma coisa nem outra estava nos planos. De facto, achei Jordânia um país bastante seguro e mesmo como mulher não senti qualquer tipo de olhar mais desrespeitoso. 

 

Por causa da maravilha que é a minha tripa e por não sermos viajantes muito experientes para sitios fora da Europa, resolvemos que o mais seguro seria ter uma agência que nos ajudasse a fazer a viagem. Meus caros, aprendi uma lição para a vida! Uma agência na Europa cobra couro e cabelo por uma viagem deste tipo. Ainda por cima o plano

seria passar cerca de 10 na Jordânia e fazer um tour pelo país. Só existiam pacote pré-feitos que não nos permitia ver tudo o que queriamos e ainda por cima com preços proibitivos. Numa epifania comcei à procura de agências na Jordânia. Bilhete de avião compravamos nós e só precisavamos de ajuda quando chegassemos e andassemos por lá. Foi assim que descobri a Discover Jordan Tours. Não poderia estar mais feliz e contente! Primeiro porque têm vários pacotes que são possiveis de personalizar (e assim o fizemos) e porque a viagem de 9 dias para duas pessoas ficou por menos de o preço de 1 pessoa se tivesse comprado na Europa!

 

Basicamente viajamos à porcos capitalistas: tivemos um guia com carro durante os 9 dias, as entradas para os sitios historicos incluidas no preço, mais guias locais em alguns sitios tipo Dana, Petra e Jerash. O fornecimento de água à discrição foi sem sombre de dúvida uma mais valia, já que em Maio fazia um calor do catano e bem que precisavamos de hidratar. 

 

E quando comecei entrar em stress com a tripa às voltas, Mohamed, o nosso guia, foi impecavel e arranjou-nos tudo o que precisava para conseguir acalmar a besta. Desde casas de banho em modo emergência a refeições que a tripa não reclamasse (aquela petição que anda a circular que inclui acessos aos wc's não é de todo descabida). 

 

Acresce ainda, que a Discover Jordan tratou dos nossos vistos, e respondeu a tudo o que pedimos de uma forma rápida e eficaz. Ah!!!! E no escritório deles em Amã, trabalha uma pessoa que fala português! O mundo é mesmo uma ervilha!!!

 

 Qual os vossos planos de viagens para este ano?

 

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin