Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aprende a fazer do teu dia o melhor dia possivel

download.jpg

Há dias que te sintes perfeitamente... normal. Normal no sentido de o facto de seres portador/a de uma doença auto-imune não ter o minimo impacto na tua vida diária, não sentir uma dorzinha que seja, uma moinha sequer (esquecendo o facto de mandar goela abaixo 7 comprimidos mais uma saqueta de grânulo logo pela manhã). Estes são os dias bons!

 

Depois há outros dias em que acordas e sentes que tens em cima de ti um camião de 18 rodados, que insiste em te acompanhar para o resto do dia. Dói-te as articulações nas mãos e nos pés. Assim aquela sensação de quem fechou uma porta e deixou os dedos ano aro da porta, sabes? Aquela dor que se solta um sonoro "foda-se" sacode-se a mão umas quantas vezes, e passado meia hora já não se passa nada? Pois.. imagina que a dor não se vai embora. Acordas com ela e ficas o resto do dia com a dor, nas mãos e nos pés e nos tornozelos. Acompanhada pelo camião, pois claro! Que aqui não há duas sem três.

 

São nestes dias em que só te apetece ficar na cama, porque o simples pestanejar é tão custoso, que mesmo que não durmas, manténs os olhitos fechados e já é bom! É aquele nevoeiro mental que precisas de uns 20 segundos antes de responder quando alguém pergunta o teu nome ou quanto é 2+2.  São nestes dias que pensas que se fixe fixe seria ganhar o Euromilhões e, em dias assim, ficar na cama, enroscados nos lençois macios e quentes e descansar porque alguém faria as coisas por ti. 

 

Mas como não ganhaste o Euromilhões, levantas-te da cama, vestes-te e vais à luta. Uma luta suavezinha porque a energia não dá para mais. Doseias o que fazes para o fazeres bem e o resto terá que esperar pelo dia seguinte. Metes o sorriso 87, aquele que ninguém sonha sequer o esforço monumental que estás a fazer para estares fora da cama, e enfrentas o dia. Tentas negociar para fazer o menos possível, não porque estás preguiçoso/a ou num daqueles dias não produtivos, mas porque estás num daqueles dias em que não vais conseguir chegar ao fim do dia sem ser a arrastar-te. Porque é um dia, em que fazer um simples chá é um esforço titânico. Mas sorris, vais à luta e tentas fazer do teu dia o melhor dia possível. Porque entre dias bons e maus, aprendeste a tornar os teus dias, os melhores dias possíveis. 

4 coisas que aprendi sobre indústria hoteleira em Lisboa em 2 horas de pesquisa

Capture.JPG

 

Tenho esta mania: andar a planear viagens mesmo que muitas das vezs não as faça. Entretanto andava aqui a magicar que tenho saudades dos amigos, de Lisboa e do bom peixe grelhado e andei a ver se haveria algo a um preço simpático onde eu me pudesse refugiar por uns dias, nem que fosse a dormir 24h sobre 24h para recuperar dos 8kms que irei correr e simplesmente descontrair depois de um Verão de doidos. 

 

Aprendi muito em duas horas de pesquisa. Partilho as top 4:

 

1) Mesmo que introduzas Lisboa Centro como critério de pesquisa, apanhas "hoteis" em Santarém, Sesimbra, Lourinhã, Seixal, Vila Franca de Xira. Nos 4 anos que me

 

Tens um bitaite de dieta? Toma lá um outro!

A dieta alcalina é uma má dieta? Não…é uma dieta semi-vegetariana e existem várias vantagens em aderir a uma dieta mais rica em legumes e frutas. No entanto, toda a teoria ácido-base que sustenta esta dieta tem muito poucas evidências que a suportem. E não, não cura cancro. E não, não trata doenças, salvo raras excepções.

O problema bate sempre no mesmo…esta dieta é mais uma moda usada para promoção de determinados indivíduos e venda de determinados produtos. Não interessa se é mentira. Não interessa se não tem bases científicas. Menos interessa se há doentes com cancro que acreditam nestas tretas e depositam a sua esperança nas mãos destes charlatões. O que interessa é que alguém enriqueceu com isso.

 

in Scimed

Não desfazendo o mérito, é muita taxa basófia!

21077280_10154520197946525_8299085732945512593_n.j

Há dias cruzei-me no Facebook com estas imagens do Bale e a malta deveras impressionada com as transformações físicas do senhor. Basicamente, de dois em dois anos bale mudou (e de forma drástica) a sua condição/ aspecto físico. É certo e sabido que muitos actores e actrizes mudam radicalmente o seu aspecto físico para intrepertar algumas personagens. 

 

Lembrei-me de imediato uma das razões pelas quais escrevi este post. O Bale recebeu milhões para deixar-se quase que morrer à fome ou então dias no ginásio e a enfardar que nem um porco para chegar às diferentes características físicas de cada personagem. 

 

Não desfazendo o mérito, o que o Bale e outros actores fazem é para meninos quando comparado com a malta das DII. Senão vejamos: pegando apenas em dois períodos dos meus dez anos de Colite, períodos esses inferiores a 2 anos, temos o seguinte cenário:

  • de Setembro 2007 a Setembro 2008 (um ano, portanto): 49kgs - 35kgs - 70kgs - 52kgs.
  • deOutubro 2015 a Março 2017: 54kgs-48kgs-41kgs-49kgs.

 

Portanto, Bale, amori, ao lado da malta das DII és só taxa basófia! A malta não só consegue mudar a sua condição física em menos tempos como ainda por cima à borliú!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin