Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não faço ideia quem seja: mas bem haja Ferreira Fernandes!

Ah, o que o noticiário de ontem me trouxe de arte e luxúria! Passeei-me pela Holanda, quando ela era grande e não só entreposto de impostos dos outros. Rembrandt em autorretrato, uma mão pousada no nadegueiro da sua mulher Saskia e outra levantando o cálice. Mulheres e copos. Vermeer é mais vinho branco, límpido como as suas sedas. Frans Hals, em Jovem e a Sua Amada, faz ambos de maçãs de rosto tão vermelhas que só pode ser do tintol que o rapaz levanta em glória. Já Gerard ter Borch, pintor dos ricos, só tem garrafas de cristal trazidas por criados. Jan Steen, pintor de tascas (bordeeltjes, cenas de bordel ou tabernas, são mesmo um género da grande pintura flamenga), no óleo Vinho Holandês, com uma bêbada de seio nu e coxas ao léu, homem com a mão marinhando pela perna dela e um querubim, nem 6 anos, já abotoado ao copo. Gabriel Metsu vai com a mulher, Isabelle de Wolf, para a taberna e pinta o casal agarrado, entre si e ao vinho. Copos e mulheres... E eu, confesso, não gastei o meu dinheiro num curso rápido sobre a pintura holandesa. Limitei-me a ler uma brochura da Académie Amorim, fundação de Américo Amorim, um homem do Sul da Europa, grato ao vinho e à cortiça. A brochura chama-se O Copo de Vinho na Pintura Holandesa na Idade do Ouro, porque os verdadeiros europeus estão gratos à grande Holanda. Já para responder a Jeroen Dijsselbloem, um curso rápido de arte portuguesa chegava: um caralho das Caldas para ti, pequeno holandês.

 

retirado daqui

Perdoai-me Senhor...

pag 06 resenha gato-de-botas.jpg

 

Quem me segue nas redes sociais, percebeu que tenho estive em Paris nos últimos dias. Um misto de trabalho com pequenos momentos de prazer. 

 

No Domingo deambulei pelas ruas de Paris e fui, como sempre, a uma livraria que adoro: a Shakespeare & Company. Mas tinha fome. E estava a andar há horas... Por isso sentei-me num tipico cafe parisiense, pedi o que foi um misto de almoco tardio e jantar antecipado. E para sobremessa... Para sobremessa não resisti e emborquei um magnifico gigante e delicioso crepe com nutella. Ora, por onde começar?... Devo evitar a todo o custo açucar, ovos, chocolate...

 

Confesso... senti consciência pesada. Uma fraca! Por ter cedido a tentação! Não fui de meias medidas: pedi a conta, paguei e atravessei a rua. Fui à Notre Dame de Paris pedir

 

Quem engana quem?

Esta semana foi uma semana longa. Viagem de trabalho, dois dias num evento em que quase perdi a voz de tanto responder a perguntas, mal consegui comer porque o que havia não dava para mim. E os dias são todos de gestão constante para não perder o equilíbrio: se trabalhar mais horas ou de forma mais intensa, não dá para arriscar um bocadinho que seja na comida. Se arriscas na comida, é bom que tenhas o corpinho descansado senão a coisa descamba. 

 

Cheguei na quarta por volta das 22h30 a casa. Ontem resolvi ir trabalhar mais tarde. Cheguei ao escritório um pouco antes das 9h30. Saí já passavam das 19h. O máximo que consegui para respirar foi meia hora para ir buscar uma salada e comê-la no parque para aproveitar um bocadinho do dia solarengo que estava. 

 

Passei o dia a tentar manter os olhos abertos, com moinha no corpo todo como se 2 camiões de 18 rodados tivessem

 

Sem quem me rodeia, era impossivel suportar!

Um dia manha acorda-se. E dia de ir ao hospital levar com a droga na veia, depois de uma semana de viagens de trabalho que deixou qualquer reserva de energia inexistente. Acorda-se e le-se isto. E percebe-se que todo o esforco para por maquilhagem sorrir e ir a luta vale a pena. Nao por mim, mas pelo outros.


Obrigada Constança Barras Romana​ E bem me lembro desse curso em que nos conhecemos: 27kgs a mais no bucho por ter terminado a cortisona duas semanas antes :P

Ja agora, obrigada João Falcato​ que entrou na loucura de fazer os desenhos para os posts mais "nus" que alguma vez escrevi sobre Colite Ulcerosa. : )

 

PS: Peco desculpa pela falta dos acentos, tils, e cedilhas. Mas este post tinha que ser escrito de imediato e so ha teclado em ingles disponivel. 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Blogs de Portugal

Bloglovin